Impossible Foods recebe certificação kosher para seu cheeseburger

Reprodução/FORBES
Segundo a dieta judaica, os produtos de carne são proibidos de serem consumidos com leite e derivados, como o queijo

A norte-americana Impossible Foods recebeu investimentos de Bill Gates, entre outros, conquistou o certificado kosher para seu cheeseburger vegetal, servido em cerca de 1.500 restaurantes nos Estados Unidos, o que abre um novo nicho de marketing em potencial.

LEIA MAIS: “Comida tem que ser criativa”, diz Felipe Bronze

Segundo a dieta judaica, os produtos de carne são proibidos de serem consumidos com leite e derivados, como o queijo. Já que apenas substâncias vegetais são usadas para fazer o Impossible Burger, sua certificação kosher significa que um cheeseburger pode ser consumido por um judeu que segue essas regras, desde que o queijo também seja kosher e tenha sido preparado em utensílios adequados.

Embora os judeus que que só comem alimentos kosher sejam uma parcela relativamente pequena da base de clientes da Impossible Foods, a nova certificação dá à empresa outra chance de destacar o pensamento por trás da criação do produto. A companhia afirma que também busca a certificação Halal, importante para os muçulmanos, ainda este ano.

No início do ano, representantes da União Ortodoxa, um dos grupos de certificação kosher mais importantes, visitaram a fábrica de 6,2 mil m² da Impossible Foods em Oakland, Califórnia, e confirmaram que todos os ingredientes, processos e equipamentos usados ​​para fazer os alimentos obedecem as leis da dieta judaica, que derivam da Torá, também conhecida como os Cinco Livros de Moisés.

A empresa registrou em seu último anúncio que a demanda por alimentos à base da “carne moída” da Impossible Foods supera sua produção de cerca de 226 mil kg por mês. Por isso, a companhia afirma que está contratando mais funcionários.

VEJA TAMBÉM: Bolo do casamento real vira tendência de confeitaria

O Impossible Burger é feito a partir de ingredientes sem origem animal simples, que incluem água, proteína de trigo, proteína de batata e óleo de coco. O principal ingrediente que torna o sabor da comida semelhante ao da carne é o heme, uma molécula encontrada no sangue e em todos os seres vivos, que a empresa sintetiza a partir de substâncias à base de plantas, por meio de fermentação.

A Impossible Foods foi fundada em 2011 por Patrick O. Brown, MD, Ph.D., ex-professor de bioquímica e pesquisador do Howard Hughes Medical Institute, da Universidade de Stanford. Os investidores incluem Horizons Ventures, Khosla Ventures, Bill Gates, Google Ventures, UBS, Viking Global Investors, Temasek, Sailing Capital e o Open Philanthropy Project.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).