Listas

15 marcas mais valiosas de 2014

Ter um nome forme é muito importante para uma marca. As empresas que lidam com consumidores devotam tempo e recursos para solidificar e expandir esses laços. “Uma maca valiosa gera retorno para a companhia em duas dimensões,” explica David Reibstein, professor de marketing na Escola Wharton da Universidade da Pensilvânia. “Ou a empresa consegue cobrar um preço premium ou consegue adicionar mais volume de ações ou mercado”.

Quando se trata de cobrar um preço alto e movimentar sua indústria, ninguém faz melhor que a Apple. Existem outros celulares e tablets com as mesmas funções e até melhor que o iPhone e o iPad, mas a marca, por si só, já carrega peso e credibilidade muito grandes – e os clientes estão dispostos a pagar por isso. A empresa vendeu 39,9 milhões de iPhones apenas no último trimestre.

A Microsoft aparece em segundo, valendo cerca de US$ 63 bilhões (aproximadamente R$ 157, 3 bilhões) – um crescimento de quase 11% após um desempenho baixo por três anos. O Google conquistou a 3º posição, aumentando cerca de 19% em relação ao ano passado. A maior parte dos lucros da empresa vem dos anúncios – quase US$ 19 bilhões nos últimos 12 meses.

A FORBES se baseia em dados de faturamento dos últimos três anos das empresas; sua relevância em sua indústria; e alguma participação no mercado norte-americano.

Quer conhecer as empresas que comandam o mundo? Veja a seguir as 15 marcas mais valiosas de 2014:

  • Valor: US$ 25,8 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: – 4%. O CEO Larry Ellison – quinto homem mais rico do mundo – trocou seu cargo na presidência pelo de diretor de desenvolvimento tecnológico. O Oracle tem cerca de 40.000 clientes em 145 países.

  • Valor: US$ 27,4 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: +19%. A Walt Disney Company se transformou numa renomada empresa global, com negócios a todo vapor em mercados estabelecidos e em desenvolvimento. Um novo resort da marca será inaugurado em Xangai, na China, até o final de 2015.

  • Valor: US$ 28 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: – 9%. O valor da empresa caiu pelo segundo ano seguido e a tirou do top 10. A Intel vem tendo dificuldades com o mercado de smartphones e tablets já que dois terços de sua renda da venda de PCs e processadores.

  • Valor: US$ 28 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 4%. A maior multinacional do mundo enfrenta dificuldades em lugares como Brasil e China. O CEO John Chambers dirige a empresa há 20 anos.

  • Valor: US$ 28,8 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 4%. Em 2013, a BMW vendeu o número recorde de 1,6 milhões de unidade, um aumento de 7,5% em relação ao ano anterior.

  • Valor: US$ 29,9 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 5%. Com um catálogo completo de produtos como bolsas, malas, carteiras, relógios, joias e acessórios, a LV é marca de luxo mais valiosa do mundo.

  • Valor: US$ 31,3 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013:+ 22%. A fabricante japonesa foi votada pelos consumidores a segunda empresa automotiva mais confiável do mundo, ficando atrás penas da Lexus – que também pertence à Toyota.

  • Valor: US$ 35 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: +19%. A maior fabricante de smartphones do mundo anda encontrando uma competição acirrada com a Apple e outras companhias no mercado China.

  • Valor: US$ 37,7 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 9%. A GE está se afastado de ser apenas uma empresa para o consumidor e focando-se mais na relação entre os negócios.

  • Valor: US$ 39,9 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 1%. Mesmo as mudanças nos hábitos alimentares da população e de competidores como Chipotle e Subway, o McDonald’s ainda é a maior rede de restaurantes do mundo com 35.000 lojas em mais de 100 países, servindo cerca de 70 milhões de pessoas por dia.

  • Valor: US$ 47,9 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: – 5%. A IBM está tentando se transformar em uma empresa mais centrada em servidões de nuvem, mas é um passo complicado para uma empresa de quase US$ 100 bilhões em vendas. A renda da companhia vem caindo por quase 10 quadrimestres seguidos.

  • Valor: US$ 56,1 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 2%. Menos consumidores da bebida nos EUA, no Brasil e na China estão diminuindo o crescimento da Coca-Cola no mundo.

  • Valor: US$56,6 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 19%. A maior parte dos lucros da empresa vem dos anúncios – quase US$ 19 bilhões nos últimos 12 meses.

  • Valor: US$ 63 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: + 11%. Depois de três anos abaixo do normal, a Microsoft voltou a lucrar conforme faz sua transação para o mundo mobile.

  • Valor: US$ 124,4 bilhões.
    Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: +19%. A Apple vale mais que o dobro do valor de qualquer outra empresa no mudo.

Valor: US$ 25,8 bilhões.
Crescimento em comparação ao mesmo período em 2013: – 4%. O CEO Larry Ellison – quinto homem mais rico do mundo – trocou seu cargo na presidência pelo de diretor de desenvolvimento tecnológico. O Oracle tem cerca de 40.000 clientes em 145 países.

Topo