Listas

10 chefs com menos de 30 anos para ficar de olho

  • Ben’Ous trabalhou por dois anos no renomado Gramercy Travern antes de abrir seu próprio serviço de buffet privado. Sua cartela de clientes vai desde famílias reais e oficiais do governo até os maiores nomes da indústria do cinema e da moda. Em 2015, seguindo seu mantra de “comida de todo dia”, Ben’Ous irá inaugurar o Pinch, uma serviço de delivery de alimentos saudáveis e acessíveis.

  • Com apenas 22 anos, Fernandez se tornou o mais novo chef executivo a se formar no C-CAP (Careers Through Culinary Arts Program), organização sem fins lucrativos que promove e oferece oportunidades de emprego para jovens menos favorecidos através da culinária. Além de trabalhar como chef da liga de basquete NBA, Fernandez comanda a cozinha do La Marina em Manhattan, Nova York.

  • Goss conquistou o título de açougueiro-chefe do Publican Quality Meats com apenas 23 anos. Agora, como chef de uma das melhores cozinhas de Chicago, é um entusiasta da agricultura sustentável e de ingredientes locais.

  • Griffith foi aluno de chefs premiados, como Charlie Trotter e Homaro Canto. Hoje em dia, está no comando da Greenhouse Tavern, confeitaria queridinha dos críticos em Cleveland, em Ohio.

  • Em 2013, Laketek fundou a West Loop Salumi, primeira e única salumeria – loja especializada em produtos de carne de porco curada, como bacon, presuntos e salsichas – aprovada pelo departamento de agricultura norte-americano em seu Estado, Illinois. Com apenas um ano de funcionamento, a casa foi recebida com avaliações positivas da crítica. Laketek produz todos os salumis, mas também cuida dos investimentos, do design do site, do marketing e do atendimento.

  • Lasater é o restauranteur mais cool de Nashville atualmente. Seu restaurante, Hattie B, mudou a maneira como a galinha frita é vista no sul do país – foi nomeada uma das dez melhores asas de galinha dos Estados Unidos pela revista masculina “Maxim”. O jovem chef construiu o restaurante a partir do zero, abrindo mais duas filiais em três anos.

  • Desde sua inauguração em 2011, o Salt & Straw passou de apenas um carrinho na rua para três lojas físicas. Malek já criou mais de 130 sabores de sorvete e advoga pelo uso de produtos mais naturais na produção do doce.

  • Jonah Miller decidiu se tornar chef com apenas 12 anos. Aos 14, já estava trabalhado sob o renomado chef David Waltruck no famoso restaurante Chanterelle, em Nova York. Agora, com 27 anos, Miller abriu o Huertas em meados em 2014 – e não tardou a receber ótimas críticas do jornal “The New York Times”.

  • Mais conhecida por seus Paris-Brest – doce francês que leva massa choux e creme de amêndoas -, Stephanie se juntou ao Manresa em 2012 – o restaurante possui duas estrelas no Guia Michelin. Atualmente, a chef confeiteira atua como consultora para o ManresaBread, enquanto as reformas em decorrência de um incêndio são terminados no restaurante principal.

  • Rudofker comanda a cozinha do Ssäm Bar desde que tinha 25 anos. Também deixou sua marca no Daniel, onde ajudou a equipe a conquistar suas três estrelas no Guia Michelin.

Ben’Ous trabalhou por dois anos no renomado Gramercy Travern antes de abrir seu próprio serviço de buffet privado. Sua cartela de clientes vai desde famílias reais e oficiais do governo até os maiores nomes da indústria do cinema e da moda. Em 2015, seguindo seu mantra de “comida de todo dia”, Ben’Ous irá inaugurar o Pinch, uma serviço de delivery de alimentos saudáveis e acessíveis.

Topo