Listas

12 DJs mais bem pagos do mundo em 2015

Este é um ano memorável para Calvin Harris. Nos últimos doze meses, o DJ escocês ganhou US$ 66 milhões, lançou um álbum que chegou ao topo dos rankings americanos e começou a namorar a cantora Taylor Swift e, com isso, destronou Jay Z e Beyoncé como o casal que mais fatura na música.

RANKING: Os 3 casais de celebridades mais bem pagos de 2015

Calvin Harris é o DJ mais pago do mundo pelo segundo ano consecutivo segundo lista de FORBES, com ganhos de US$ 66 milhões entre 1º de junho de 2014 a 1º de junho de 2015. Neste ano, ele faturou quase o dobro do que o segundo colocado, David Guetta, que embolsou US$ 37 milhões nos últimos doze meses. Nada mal para um cara que deixou de trabalhar no estoque de um supermercado há mais ou menos dez anos em uma pequena cidade na Escócia.

“O crescimento da música dance é astronômico”, afirma Harris. “Eu tive a sorte de estar no lugar certo, na hora certa.”

MAIS RANKING: Os atores mais bem pagos do mundo em 2015

Harris e Guetta são seguidos na lista por Tiësto. O DJ holandês é um dos nomes mais antigos no circuito, ele se apresentou mais de 100 vezes no período e ganhou US$ 36 milhões com isso.

As estimativas de faturamento incluem os cachês de shows, parcerias com marcas, vendas de merchandise, venda de músicas e negócios externos. Dentre as fontes estão a Nielsen, Songkick, Pollstar, RIAA, agentes, advogados e alguns dos próprios artistas.

Veja na galeria de fotos os 12 DJs mais bem pagos de 2015:

  • 1º) Calvin Harris

    Faturamento: US$ 66 milhões

    O DJ tocou poucos shows nos últimos 12 meses, mas se apresentou em grandes boates e festivais. Além disso, ele aumentou seu faturamento com publicidade para grandes marcas, como Giorgio Armani – que transformou Harris no rosto de sua campanha de moda íntima.

  • 2º) David Guetta

    Faturamento: US$ 37 milhões

    O DJ e produtor francês fez 30 shows no último ano em Las Vegas, enquanto manteve sua residência semanal em Ibiza. Ele foi a principal atração do festival Coachella este ano e é popular na América do Sul e Europa. Ele também se promoveu ao fechar parcerias com artistas pop como Lady Gaga, Britney Spears e Nicki Minaj.

  • 3º) Tiësto

    Faturamento: US$ 36 milhões

    Apesar de ser um dos DJs mais antigos do mercado, Tiësto ganhou muito dinheiro por conta das taxas altas que cobra por seus shows. Ele também faturou com apoio às marcas Guess e 7UP.

  • 4º) Skrillex

    Faturamento: US$ 24 milhões (empatado)

    O DJ, conhecido no começo da carreira por suas músicas do estilo screamo, nunca esteve melhor profissionalmente. Ele tocou em mais de 95 shows no período e sua marca de música eletrônica fez com que ele embolsasse US$ 71,5 milhões, antes dos impostos, nos últimos quatro anos. Além disso, entrou para o circuito de música pop ao fechar parceria com Diplo e criar o Jack Ü e lançar um álbum com participações especiais que incluem 2 Chainz e Justin Bieber.

  • 4º) Steve Aoki

    Faturamento: US$ 24 milhões (empatado)

    No período analisado, o norte-americano totalizou 216 shows – uma queda em relação aos 277 do ano passado. Mesmo assim, ele aumentou seu faturamento em US$ 1 milhão ao focar em públicos-chave, como a América Latina. Ele também é dono da própria gravadora, a Dim Mak e possui diversos restaurantes e algumas ações em uma companhia de fones de ouvido, a Sol Republic. Ele também tem contratos com a Bud Light, Guitar Center e Scion.

  • 6º) Avicii

    Faturamento: US$ 19 milhões

    O produtor e DJ ainda está aproveitando o sucesso de seu álbum de estreia “True”, da faixa “Wake Me Up”, que chegou ao topo das paradas em 81 países e se tornou a música com mais streamings no Spotify. Apesar de ter menos shows que outros DJs na lista, a taxa que cobra por cada um garantiu sua posição.

  • 7º) Kaskade

    Faturamento: US$ 18 milhões

    Apesar de já estar na casa dos 40, Ryan Raddon, mais conhecido como Kaskade, é um dos DJs mais ativos. Ele começou na indústria da música como um interno na gravadora Om e em janeiro, ele fechou um contrato de dois álbuns com a Warner Bros.

  • 8º) Martin Garrix

    Faturamento: US$ 17 milhões (empatado)

    O DJ de apenas 19 anos tornou-se o membro mais jovem da lista depois de 12 meses com 116 shows e várias parcerias com marcas, como a 7UP.

  • 8º) Zedd

    Faturamento: US$ 17 milhões (empatado)

    O DJ russo-alemão colocou seu segundo álbum, “True Colors”, na quarta posição nos rankings de álbum Billboard, com ajuda do single “I Want You To Know”, gravado com Selena Gomez.

  • 10º) Afrojack

    Faturamento: US$ 16 milhões

    O DJ holandês ganha espaço na lista graças aos cachês de seis dígitos que cobra por seus shows em boates e festivais, de Las Vegas até a Europa. Suas músicas costumam ter participações de artistas de outros gêneros: seu último álbum “Forget The World”, lançado no ano passado, contava com Snoop Dogg e Wiz Khalifa.

  • 11º) Deadmau5

    Faturamento: US$ 15 milhões (empatado)

    Para Deadmau5, o mais importante é qualidade, não quantidade. Ele tocou apenas em 30 shows no período, mas tudo bem já que ele ganhou mais de US$ 500.000 por muitos deles. Ele não fez muitos amigos no meio por criticar seus colegas, entre eles Skrillex.

  • 11º) Diplo

    Faturamento: US$ 15 milhões (empatado)

    O produtor e DJ tem sido um dos nomes de destaque da cena eletrônica há anos, mas esse é seu melhor faturamento até agora, graças aos preços dos shows que sobem exponencialmente – que foram mais de 100 no último ano, tanto sozinho quanto no grupo eletrônico Major Lazer. Ele também se uniu a Skrillex para lançar um álbum como Jack Ü, que chegou ao topo das paradas norte-americanas.

1º) Calvin Harris

Faturamento: US$ 66 milhões

O DJ tocou poucos shows nos últimos 12 meses, mas se apresentou em grandes boates e festivais. Além disso, ele aumentou seu faturamento com publicidade para grandes marcas, como Giorgio Armani – que transformou Harris no rosto de sua campanha de moda íntima.

Comentários
Topo