Listas

Os melhores países para ser jovem em 2015

Se os jovens são o futuro de uma nação, talvez o contrário também seja verdade. De acordo com a organização francesa Youthnomics, que investe em estudos e pesquisas sobre a juventude de diversas partes do mundo, a Noruega é o melhor país para as gerações mais novas viverem.

LISTA: 10 bilionários mais jovens do Brasil em 2015

Com base em 59 critérios diferentes, que incluem taxas de desemprego, custos e qualidade de educação, habitações acessíveis, dívidas públicas, acesso à tecnologia e liberdade política e religiosa, o órgão analisou as condições de vida e prosperidade econômica de jovens de 64 países e divulgou uma lista, que pontua de 0 a 100, as melhores e piores nações para pessoas entre 15 e 29 anos.

CARREIRA: Equilíbrio entre vida pessoal e profissional é prioridade para jovens em países emergentes

Para o ranking, foram considerados apenas os países que apresentaram todos os requisitos necessários para a coleta dos dados, o que explica por que muitas das menores e mais pobres regiões do mundo não estão representadas do ranking.

FOTOS: 10 melhores profissões para jovens em 2015

Ao todo foram analisados 64 países, entre os quais o Brasil aparece em 60° colocação, com 34,7 pontos e avaliado como uma das piores nações para abrigar as gerações mais novas. Veja na galeria de fotos o ranking completo:

  • 1°) Noruega

    Pontuação: 87,6

  • 2°) Suíça

    Pontuação: 81,1

  • 3°) Dinamarca

    Pontuação: 79

  • 4°) Suécia

    Pontuação: 78,5

  • 5°) Holanda

    Pontuação: 77,8

  • 6°) Austrália

    Pontuação: 76,1

  • 7°) Alemanha

    Pontuação: 75,3

  • 8°) Finlândia

    Pontuação: 75

  • 9°) Áustria

    Pontuação: 74,6

  • 10°) Canadá

    Pontuação: 72,1

  • 11°) Luxemburgo

    Pontuação: 69,6

  • 12°) Nova Zelândia

    Pontuação: 69,2

  • 13°) Estados Unidos

    Pontuação: 68,8

  • 14°) Irlanda

    Pontuação: 68,2

  • 15°) Israel

    Pontuação: 67,8

  • 16°) Reino Unido

    Pontuação: 67,3

  • 17°) Bélgica

    Pontuação: 67

  • 18°) Estônia

    Pontuação: 66,7

  • 19°) França

    Pontuação: 66

  • 20°) República Tcheca

    Pontuação: 65,7

  • 21°) Eslovênia

    Pontuação: 63,7

  • 22°) Coreia do Sul

    Pontuação: 62,4

  • 23°) Malásia

    Pontuação: 61,3

  • 24°) Chile

    Pontuação: 61,2

  • 25°) Letônia

    Pontuação: 60,5

  • 26°) Japão

    Pontuação: 59,5

  • 27°) Polônia

    Pontuação: 58,1

  • 28°) Cazaquistão

    Pontuação: 57,7

  • 29°) Eslováquia

    Pontuação: 56,9

  • 30°) Portugal

    Pontuação: 56,3

  • 31°) China

    Pontuação: 55,7

  • 32°) Itália

    Pontuação: 55,1

  • 33°) Lituânia

    Pontuação: 55

  • 34°) Turquia

    Pontuação: 52

  • 35°) Uruguai

    Pontuação: 51,6 (empatado)

  • 35°) Grécia

    Pontuação: 51,6 (empatado)

  • 37°) Espanha

    Pontuação: 51,5

  • 38°) Hungria

    Pontuação: 51,2

  • 39°) Filipinas

    Pontuação: 50,1

  • 40°) México

    Pontuação: 49,1

  • 41°) Peru

    Pontuação: 49

  • 42°) Tailândia

    Pontuação: 48,6

  • 43°) Argentina

    Pontuação: 48

  • 44°) Indonésia

    Pontuação: 47,9

  • 45°) Nepal

    Pontuação: 47,3 (empatado)

  • 45°) Ucrânia

    Pontuação: 47,3 (empatado)

  • 47°) Honduras

    Pontuação: 47

  • 48°) Gana

    Pontuação: 46,9

  • 49°) Índia

    Pontuação: 46,8

  • 50°) Colômbia

    Pontuação: 45,7

  • 51°) Croácia

    Pontuação: 44,8

  • 52°) Ruanda

    Pontuação: 44

  • 53°) Vietnã

    Pontuação: 43,1

  • 54°) Sri Lanka

    Pontuação: 41,4

  • 55°) Bangladesh

    Pontuação: 41,3

  • 56°) Paquistão

    Pontuação: 39,4

  • 57°) Rússia

    Pontuação: 39,3

  • 58°) Quênia

    Pontuação: 36,5

  • 59°) Egito

    Pontuação: 35,9

  • 60°) Brasil

    Pontuação: 34,7

  • 61°) Uganda

    Pontuação: 34,5

  • 62°) Mali

    Pontuação: 33,3

  • 63°) África de Sul

    Pontuação: 32,4

  • 64°) Costa do Marfim

    Pontuação: 31,8

1°) Noruega

Pontuação: 87,6

Comentários
Topo