Listas

15 maiores fracassos de Hollywood em 2015

Era uma vez em uma terra chamada Hollywood, um tempo em que ter uma grande estrela no elenco era um investimento que sempre valia a pena e trazia grandes retornos de bilheteria. Este conto de fadas financeiro é, agora, pura ficção: entre os maiores fracassos de bilheteria de 2015 estão filmes estrelados por Bradley Cooper, George Clooney e Johnny Depp, entre outros.

VEJA TAMBÉM: 10 melhores filmes de terror dos últimos 5 anos

No topo dos fracassados está “Rock The Kabash”, inédito no Brasil. A comédia excêntrica com Bill Murray foi mal avaliada pela crítica e não foi nada bem: arrecadou apenas US$ 2,9 milhões com custos de produção estimados em US$ 15 milhões. Isto é, teve apenas 19% de retorno dos custos.

E MAIS: 20 maiores animações da história do cinema

Para determinar os maiores fracassos de Hollywood até então foi calculada a porcentagem de arrecadação mundial baseada no custo de filmes até 18 de novembro. Ou seja, o quanto ele deve de retorno proporcional a o quanto foi gasto. Foram consideradas produções exibidas em mais de 2.000 cinemas e lançadas até novembro. Os dados são de portais especializados, como Box Office Mojo e IMDB, e outras fontes.

Veja na galeria de fotos os 15 maiores fracassos de Hollywood em 2015 até então:

  • 1º) “Rock The Kabash”

    Bilheteria: US$ 2,9 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 15 milhões

  • 2º) “O Franco-Atirador”

    Bilheteria: US$ 10,7 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 40 milhões

    Retorno: 27%

  • 3º) “Hacker”

    Bilheteria: US$ 19,4 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 70 milhões

    Retorno: 28%

  • 4º) “Negócios Fora de Controle”

    Bilheteria: US$ 14,4 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 35 milhões

    Retorno: 41%

  • 5º) “Jem and the Holograms”

    Bilheteria: US$ 2,3 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 5 milhões

    Retorno: 46%

  • “6º) Self/Less”

    Bilheteria: US$ 12,3 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 26 milhões

    Retorno: 47%

  • 7º) “American Ultra: Armados e Alucinados”

    Bilheteria: US$ 15,4 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 28 milhões

    Retorno: 55%

  • 8º) “Música, Amigos e Festa”

    Bilheteria: US$ 3,6 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 6 milhões

    Retorno: 60%

  • 9º) “Sob o Mesmo Céu”

    Bilheteria: US$ 26,3 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 37 milhões

    Retorno: 71%

  • 10º) “Mortdecai – A Arte da Trapaça”

    Bilheteria: US$ 47,3 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 60 milhões

    Retorno: 79%

  • 11º) “Peter Pan”

    Bilheteria: US$ 119,8 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 150 milhões

    Retorno: 80%

  • 12º) “A Ressaca 2”

    Bilheteria: US$ 13,1 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 14 milhões

    Retorno: 94%

  • 13º) “O Destino de Júpiter”

    Bilheteria: US$ 183,9 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 176 milhões

    Retorno: 104%

  • 14º) “Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível”

    Bilheteria: US$ 209 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 190 milhões

    Retorno: 110%

  • 15º) “A Colina Escarlate”

    Bilheteria: US$ 62,6 milhões

    Custos estimados de produção: US$ 55 milhões

    Retorno: 114%

1º) “Rock The Kabash”

Bilheteria: US$ 2,9 milhões

Custos estimados de produção: US$ 15 milhões

Comentários
Topo