Listas

10 maiores saídas de CEOs em 2015

A saída de empresários de cargos elevados de uma empresa, especialmente de CEO, pode gerar consideráveis mudanças em algumas das corporações mais visíveis do mundo. Muitos saem por conta de escândalos, outros querem permanecer ativos na empresa, mesmo que não mais no cargo ocupado até então.

RANKING: 16 maiores fusões empresariais de 2015

FORBES selecionou uma lista com as dez maiores saídas de 2015. Ralph Lauren, por exemplo, surpreendeu o mundo da moda ao anunciar que não seria mais CEO da empresa que ele fundou há quase meio século, mas que permanecerá ativo na marca como presidente executivo e diretor de criação.

VEJA TAMBÉM: 15 maiores bilionários do Brasil

Veja na galeria as 10 maiores saídas de CEOs em 2015:

  • Rupert Murdoch

    21st Century Fox

    O magnata de 84 anos deixou o cargo para seu filho caçula, James, de 42 anos, e dividirá a presidência executiva do conselho administrativo com o seu filho mais velho, Lachlan, de 43 anos.

  • Ralph Lauren

    Ralph Lauren

    O bilionário de 76 anos anunciou em setembro que estava deixando o cargo de CEO da empresa que ele fundou a quase meio século atrás. Em seu lugar ficará o também bilionário Stefan Larsson, de 41 anos, um ex-executivo da H&M e presidente da Old Navy. No entanto, ele ainda estará ativo nas atividades da marca como presidente executivo e diretor de criação.

    VEJA TAMBÉM: A história do tradicional e elegante terno Armani

  • Jeff Smisek

    United Airlines

    O CEO renunciou ao cargo em meio a investigações de corrupção nos Estados Unidos.

  • Ellen Kullman

    DuPont

    Kullman, que apareceu no 26º lugar na lista FORBES de mulheres mais ponderosas de 2015, dirigiu a empresa por mais de 27 anos. Edward Breen, membro do Conselho de Administração da DuPont, assumiu o cargo.

    RANKING: 25 mulheres mais poderosas do mundo em 2015

  • Edgar Huber

    Lands’ End

    O CEO ocupava o cargo há três anos e foi substituído por Federica Marchionni, ex-presidente da Dolce & Gabbana EUA Inc. A decisão ocorreu três meses depois da cisão com a Sears Holding Corporation.

  • Dick Costolo

    Twitter

    Ao sair, Dick Costolo afirmou estar cansado da pressão proveniente de Wall Street, que estava frustrado com o crescimento do usuário lento e repetido fracasso de expandir e tornar o Twitter um site mais atraente.

  • Mike Huseby

    Barnes & Noble

    A maior rede de livrarias dos Estados Unidos passou por tempos difíceis com a alta concorrência da Amazon e dispositivos eletrônicos de leitura como os e-books, o que levou a renuncia do CEO.

  • Bryan Stockton

    Mattel

    Depois de uma queda de 59% nos lucros da empresa, Bryan Stockton deixou o cargo após três anos à frente da Mattel. Christopher Sinclair, membro do conselho, ocupou o cargo em abril.

Rupert Murdoch

21st Century Fox

O magnata de 84 anos deixou o cargo para seu filho caçula, James, de 42 anos, e dividirá a presidência executiva do conselho administrativo com o seu filho mais velho, Lachlan, de 43 anos.

Comentários
Topo