Listas

As 10 melhores dietas para 2016

O US News & World Report, especializado em rankings sobre educação e saúde, divulgou ontem uma lista das melhores dietas para 2016. Algumas das selecionadas foram criadas para ajudar a perder peso, enquanto outras focam em diminuir a pressão sanguínea ou até mesmo aumentar a fertilidade. Todas, no entanto, têm uma coisa em comum: foram feitas para melhorar a saúde.

LEIA TAMBÉM: Bebidas com açúcar são responsáveis por milhares de mortes todos os anos, diz estudo

Para elaborar o ranking, o US News & World Report contatou uma série de especialistas norte-americanos de várias áreas, incluindo dietas, nutrição, obesidade e psicologia alimentar. Eles ranquearam as dietas em uma escala de 1 a 5 – sendo 1 minimamente eficiente e 5 extremamente eficiente –, em quatro categorias: habilidade de ajudar a perda de peso a curto prazo; habilidade de ajudar a perda de peso a longo prazo; facilidade para seguir; e saúde.

DICAS: 14 coisas que você deveria fazer durante o horário de almoço

É importante lembrar que é fundamental consultar um nutricionista, pois há riscos em seguir dietas por conta própria.

Veja na galeria de fotos as 16 melhores dietas para 2016:

  • 1º) Dieta DASH

    Nota geral: 4,1

    Perda de peso a curto prazo: 3,2

    Perda de peso a longo prazo: 3

    Facilidade para seguir: 3,1

    Saúde: 4,8

    Pelo sexto ano seguido, a DASH ocupa o primeiro lugar na lista de melhores dietas do ano. DASH significa “Dietary Approaches to Stop Hypertension” (“abordagem dietética para hipertensão”, em tradução livre). A dieta tenta instaurar um hábito alimentar duradouro que pode ajudar a tratar ou prevenir a hipertensão. Para aqueles que já são hipertensos, a dieta DASH pode ajudar a diminuir a pressão sanguínea sistólica de sete a 12 pontos.

    Ainda que o sal afete a todos de maneiras diferentes, os médicos concordam que reduzir o consumo de sódio ajuda, e é isso que a dieta DASH faz.

    Além de consumir comidas saudáveis como vegetais, frutas e grãos, a dieta recomenta diminuir o consumo de sódio para 2.300 mg por dia. Para ter referência, um pedaço de pizza congelada tem de 370 mg a 730 mg de sódio.

  • 2º) Dieta MIND

    Nota geral: 4

    Perda de peso a curto prazo: 3,1

    Perda de peso a longo prazo: 2,9

    Facilidade para seguir: 3,7

    Saúde: 4,5

    A dieta da mente foca no consumo de alimentos que podem ajudar a reduzir o risco de doenças neurológicas – em particular, Alzheimer. O nome significa “Mediterranean-DASH Intervention for Neurodegenerative Delay” (“intervenção mediterrânea-Dash para atraso neurodegenerativo”, em tradução livre).

    A dieta propõe o consumo de alimentos que a literatura médica sugere serem bons para o cérebro. Essas comidas são separadas em dez categorias, que incluem: folhas verdes, castanhas, frutas, peixes, feijões, grãos e azeite de oliva.

    Esta é uma das dietas mais fáceis e saudáveis para seguir.

  • 2º) Dieta TLC

    Nota geral: 4

    Perda de peso a curto prazo: 3,2

    Perda de peso a longo prazo: 2,8

    Facilidade para seguir: 3

    Saúde: 4,7

    TLC significa “Therapeutic Lifestyle Changes” (“mudanças terapêuticas de estilo de vida”, em tradução livre), que foca em amar e cuidar do corpo.

    O ponto principal desta dieta é abaixar o nível de colesterol, mais do que perder peso. A dieta é conhecida por abaixar os níveis de colesterol de 8% a 10% em seis semanas.

    A gordura saturada é uma das principais culpadas pelo colesterol alto, então, esta dieta foca em cortar esse tipo de gordura ao reduzir o consumo de carne e produtos à base de leite. Ainda que não seja focada na redução de peso, algumas pessoas perdem alguns quilos.

  • 4º) Vigilantes do Peso

    Nota geral: 3,9

    Perda de peso a curto prazo: 4

    Perda de peso a longo prazo: 3,5

    Facilidade para seguir: 3,7

    Saúde 4,3

    Qualquer um que esteja considerando começar uma dieta já ouviu falar dos Vigilantes do Peso, o popular programa de perda de peso que alega que seus seguidores perdem cerca de 0,9 kg por semana com duas regras simples: alimentação saudável e exercício.

    A dieta foca em consumir alimentos que sejam ricos em proteína e pobres em gordura saturada, calorias e açúcar.

    A celebridade Jessica Simpson diz ter perdido 27 kg com a ajuda dos Vigilantes.

  • 4º) Dieta da Clínica Mayo

    Nota geral: 3,9

    Perda de peso a curto prazo: 3,3

    Perda de peso a longo prazo: 2,9

    Facilidade para seguir: 3,1

    Especialistas da área de saúde da Clínica Mayo criaram esta dieta, que alega poder ajudar a perder até 45 kg em um ano. A dieta foca em emagrecimento a longo prazo a partir do desenvolvimento de um estilo de vida desenhado para ajudar a perder e manter o peso. Para começar, os seguidores devem cortar cinco hábitos ruins e adotar cinco novos hábitos saudáveis.

    Esta dieta também foca muito em atividades físicas e recomenta que os seguidores pratiquem ao menos 30 minutos de exercício físico moderado por dia.

    Ao seguir as diretrizes da dieta, que podem ser encontradas no website da Clínica Mayo, é possível perder de 2,7 kg a 4,5 kg nas duas primeiras semanas. Nada mal!

  • 4º) Dieta da Fertilidade

    Nota geral:3,9

    Perda de peso a curto prazo: 3

    Perda de peso a longo prazo:2,6

    Facilidade para seguir: 3,7

    Saúde: 4,4

    Acredite se quiser, mas o que você come pode afetar suas chances de engravidar. “O que você come afeta tudo, do seu sangue a suas células e seus hormônios”, diz Cynthia Stadd, especialista em nutrição do Berkley Center for Reproductive Wellness and Women’s Health, em Nova York, ao website BabyCenter.com.

    Os médicos que criaram a dieta da fertilidade – Jorge Chavarro e Walter Willet, da Escola de Saúde Pública de Harvard – basearam-se em um estudo que eles mesmos conduziram, em que descobriram que mulheres que consumiam regularmente gorduras saudáveis, grãos e proteína tinham maior fertilidade do que mulheres que tinham uma dieta comum de carboidratos refinados, carne vermelha e gorduras saturadas.

  • 4º) Dieta Mediterrânea

    Nota geral: 3,9

    Perda de peso a curto prazo: 3

    Perda de peso a longo prazo: 2,9

    Facilidade para seguir: 3,3

    Saúde: 4,6

    Muitas celebridades alegam terem adotado a dieta mediterrânea, incluindo Catherine Zeta-Jones, Penelope Cruz, Elizabeth Hurley e Isla Fisher.

    A dieta mediterrânea segue o estilo de gastronomia tradicional de países próximos ao Mar Mediterrâneo. Isso significa muito peixe, frutas, vegetais e gorduras saudáveis como azeite de oliva. O objetivo da dieta é promover saúde cardíaca e prevenir doenças.

    Um estudo com mais de 1,5 milhão de adultos saudáveis revelou que seguir a dieta mediterrânea está associado a um risco menor de morte por doenças cardíacas e câncer.

  • 8º) Dieta Volumétrica

    Nota geral: 3,8

    Perda de peso a curto prazo: 3,6

    Perda de peso a longo prazo: 3,2

    Facilidade para seguir: 3,2

    Saúde: 4,4

    Uma das maiores armadilhas de dietas é que, no final do dia, os seguidores sentem fome. Este não é o caso da dieta volumétrica, que foca em se sentir saciado. O processo é lento, então, não espere perder 5 kg em uma semana.

    De acordo com a criadora da dieta, Barbara Rolls, não é o número de calorias que você consome que o fazem se sentir saciado, mas a quantidade e os tipos de alimentos que você come.

    A volumétrica foca em consumir predominantemente frutas, vegetais, grãos, proteínas magras, legumes e laticínios com pouca gordura. Porém, a dieta permite consumir carnes mais gordas e frituras ocasionalmente.

  • 8º) Dieta “flexitariana”

    Nota geral: 3,8

    Perda de peso a curto prazo: 3,4

    Perda de peso a longo prazo:3,3

    Facilidade para seguir: 3,3

    Saúde: 4,2

    A dieta “flexitariana” é especializada em ajudar na perda de peso enfatizando na importância de consumir mais vegetais e menos carne. É perfeita para aqueles que gostam da ideia de ser vegetariano, mas não conseguem cortar completamente a carne de suas dietas.

    Em vez de evitar carne completamente, a maioria dos “flexitarianos” tentam adotar uma dieta vegetariana de três a cinco dias por semana. A ideia é que, ao substituir carnes calóricas por frutas e vegetais, perde-se peso extra.

  • 10º) Jenny Craig

    Nota geral: 3,7

    Perda de peso a curto prazo: 3,8

    Perda de peso a longo prazo:

    Facilidade para seguir: 3,6

    Saúde: 4,2

    Fundada em 1983 por Jenny Craig e seu marido, a Jenny Craig Inc. é especializada em perda e controle de peso.

    Muitas celebridades, incluindo Mariah Carey, Kristie Alley e Queen Latifah, participaram do programa, que combinam controle de peso customizado com um cardápio de refeições preparadas que os clientes podem receber em casa ou buscar em um dos mais de 700 centros da empresa pelo mundo.

1º) Dieta DASH

Nota geral: 4,1

Perda de peso a curto prazo: 3,2

Perda de peso a longo prazo: 3

Facilidade para seguir: 3,1

Saúde: 4,8

Pelo sexto ano seguido, a DASH ocupa o primeiro lugar na lista de melhores dietas do ano. DASH significa “Dietary Approaches to Stop Hypertension” (“abordagem dietética para hipertensão”, em tradução livre). A dieta tenta instaurar um hábito alimentar duradouro que pode ajudar a tratar ou prevenir a hipertensão. Para aqueles que já são hipertensos, a dieta DASH pode ajudar a diminuir a pressão sanguínea sistólica de sete a 12 pontos.

Ainda que o sal afete a todos de maneiras diferentes, os médicos concordam que reduzir o consumo de sódio ajuda, e é isso que a dieta DASH faz.

Além de consumir comidas saudáveis como vegetais, frutas e grãos, a dieta recomenta diminuir o consumo de sódio para 2.300 mg por dia. Para ter referência, um pedaço de pizza congelada tem de 370 mg a 730 mg de sódio.

Comentários
Topo