Listas

13 maiores desastres naturais da história

Um forte terremoto atingiu a região central da Itália nesta quarta-feira (24). Registrado na magnitude de 6.2 na escala Richter, o tremor atingiu principalmente as pequenas cidades de Amatrice, Accumoli e Norcia. Até então, o departamento de Proteção Civil do país divulgou a morte de 120 pessoas.

Este é o maior terremoto no país desde 2009. Embora a Itália seja suscetível a terremotos, visto que a região mediterrânea está localizada acima do atrito entre as placas tectônicas da África e da Eurásia, não está nem perto de ser palco das maiores catástrofes naturais da história.

Dos 13 maiores desastres registrados até então em número de mortos, todos são no continente asiático e seis só na China. Veja na galeria de fotos:

  • 13º) Tsunami do Oceano Índico

    Mortes: 226.306 (oficial)

    Quando: dezembro de 2004

    Onde: Oceano Índico

    Às vésperas do natal de 2004, uma época em que a região paradisíaca do Oceano Índico fica repleta de turistas, um terremoto de magnitude 9.1 na escala Richter na costa da Indonésia criou um tsunami que afetou 13 países da região, desabrigou mais de 1,8 milhão de pessoas e gerou um prejuízo estimado em US$ 10,7 bilhões.

  • 12º) Tufão Nina

    Mortes: 229.000 (estimado)

    Quando: agosto de 1975

    Onde: China

    O Tufão Nina não deveria ter o impacto que tomou, embora tenha atingido o leste da China com ventos de cerca de 250 km/h no final de julho de 1975. O problema é que o fenômeno destruiu a Barragem de Banqiao, na província de Henan, o que elevou o número de mortes para quase 230.000.

  • 11º) Terremoto de Alepo

    Mortes: 230.000 (estimado)

    Quando: outubro de 1138

    Onde: Alepo, Síria

    Junto ao Cairo e a Constantinopla, Alepo era uma das cidades mais importantes do Oriente Médio na época, repleta de feiras e mercadores. Estima-se que um terremoto de 8.5 na ainda não existente escala Richter levou à morte de cerca de 230.000 pessoas no dia 11 de outubro de 1138.

  • 10º) Terremoto de Haiyuan

    Mortes: 235.502 (oficial)

    Quando: dezembro de 1920

    Onde: Gansu, China

    No dia 16 de dezembro de 1920, a província de Gansu presenciou um terremoto estimado em 8,5 na escala Richter, que ainda não havia sido criada. Embora haja especulações de até 270.000 mortos, o Instituto Internacional de Sismologia e Engenharia Sísmica do Japão registrou 235.502 no Catálogo de Danos por Terremotos no Mundo.

  • 9º) Terremoto de Tangshan

    Mortes: 242.419 (oficial) e 650.000 (estimado)

    Quando: 28 de julho de 1976

    Onde: Tangshan, China

    A China é um país historiacamente assolado por desastres naturais. Em 1976, a província de Tangshan, no nordeste do país, sofreu um abalo sísmico de 7.5 na escala Richter. Em menos de 20 segundos, o tremor destruiu cerca de 90% dos edifícios da cidade. Por volta de 16 horas depois, houve outro abalo, este de 5.5 na escala Richter. Ao todo, estimou-se uma perda de 10 bilhões de yuan.

    O número de mortes é controverso até hoje. O governo chinês inicialmente estimou em 655.000 óbitos, mas depois reduziu para o dado oficial de 242.419 pessoas. Dado a área e número de prédios e casas atingidas, estima-se, no entanto, que as mortes cheguem a 650.000.

  • 8º) Terremoto de Antioquia em 526

    Mortes: 250.000 (estimado)

    Quando: 526

    Onde: Antioquia, Império Bizantino

    Muito antes da escala Ritcher ser criada, em 1935, a cidade de Antioquia, no Império Bizantino, atual Turquia, experimentou um dos maiores terremotos que se tem registro no mundo antigo.

  • 7º) Terremoto de Antioquia em 115

    Mortes: 260.000 (estimado)

    Quando: dezembro de 115

    Onde: Antioquia, Império Romano

    A mesma região de Antioquia, no entanto, foi alvo de um terremoto ainda mais devastador quando era parte do Império Romano. Literatura especializada relata que o imperador Trajano estava na região e sobreviveu a catástrofe que matou cerca de 260.000 pessoas.

  • 6º) Ciclone de Calcutá

    Mortes: 300.000 (estimado)

    Quando: outubro de 1737

    Onde: Calcutá, Índia

    O Oceano Índico é um local propício para ciclones. Um dos mais fortes já registrados ocorreu no século 18 na maior cidade do país na época, Kolkata, hoje Calcutá. Durante muito tempo se acreditou que a tragédia que matou cerca de 300.000 pessoas foi um terremoto.

  • 4º) Ciclone Coringa

    Mortes: 300.000 (estimado) – empatado

    Quando: novembro de 1839

    Onde: Andhra Pradesh, Índia

    No começo do século 19, um ciclone tão forte quanto o do século anterior assolou o vilarejo portuário de Korangi, no sudoeste da Índia. Foi registrado que a tempestade do dia 25 de novembro de 1839 matou cerca de 300.000 pessoas.

  • 4º) Ciclone Bhola

    Mortes: entre 250.000 e 500.000 (estimado) – empatado

    Quando: 12 de novembro de 1970

    Onde: Bangladesh e Índia

    Em novembro de 1970, Bangladesh, então Paquistão Oriental, e parte da Índia foram atingidos pelo maior ciclone já registrado. O fenômeno inundou uma série de ilhas no Oceano Índico com ventos de mais de 200 km/h. Não há número oficial de mortos, mas estima-se que possa chegar a 500.000 pessoas.

  • 3º) Terremoto de Shaanxi

    Mortes: 830.000 (estimado)

    Quando: 23 de janeiro de 1556

    Onde: Shaanxi, China

    O Brasil mal tinha sido descoberto e a China, altamente povoada, sofreu com o maior abalo sísmico da história. Em janeiro de 1556, mais de noventa e sete condados nas províncias de Shaanxi, na região leste do país, sofreram com um terremoto que destruiu cerca de 1.300 km² e matou 60% da população atingida.

  • 2º) Inundação do Rio Amarelo

    Mortes: 900.000 (estimado)

    Quando: setembro de 1887

    Onde: China

    O Rio Amarelo (Huang He) é o segundo maior rio da China. Em grandes períodos de chuva, ele já foi palco de grandes desastres naturais, mas, em 1887, estima-se que uma cheia tenha devastado grande parte dos agricultores que tinham suas plantações à beira das águas. Além dos quase 1 milhão de mortos, estima-se que mais de dois milhões tenham ficado de fora.

  • 1º) Inundações de 1931 na China

    Mortes: entre 1 milhão e 4 milhões

    Quando: de julho a novembro de 1931

    Onde: China

    Se a tragédia do século 19 já tinha sido enorme, cerca de 45 anos depois, o Huang He foi palco da maior catástrofe natural da história. Além do Amarelo, outros gigantes rios do país tiveram cheias naquele ano, como o das Pérolas, o Yangtzé e o Huai. Não há registro exato no número geral de mortos, mas, se considerada toda a devastação, o número pode bater 4 milhões de óbitos em uma enchente que durou de julho a novembro de 1931 e inundou mais de 88.000 km².

13º) Tsunami do Oceano Índico

Mortes: 226.306 (oficial)

Quando: dezembro de 2004

Onde: Oceano Índico

Às vésperas do natal de 2004, uma época em que a região paradisíaca do Oceano Índico fica repleta de turistas, um terremoto de magnitude 9.1 na escala Richter na costa da Indonésia criou um tsunami que afetou 13 países da região, desabrigou mais de 1,8 milhão de pessoas e gerou um prejuízo estimado em US$ 10,7 bilhões.

Comentários
Topo