Listas

12 tenistas mais bem pagos de 2016

O tenista Roger Federer vai terminar a temporada 2016 sem conquistar um título. É a primeira vez que isso acontece na carreira do suíço desde 2000. Apesar disso, ele continua como o tenista mais bem pago do mundo. Federer embolsou $ 67,8 milhões entre junho de 2015 e junho de 2016, entre prêmios, patrocínios e aparições. Ele é o jogador mais bem pago do tênis desde que Andre Agassi se aposentou em 2006.

Embora os primeiros da lista sejam todos homens, Serena Williams lidera um grupo de sete mulheres que, junto com os outros jogadores, formam os 12 tenistas mais bem pagos de 2016. O tênis é um dos esportes em que existe uma igualdade maior entre mulheres e homens. No US Open, por exemplo, os vencedores dos torneios feminino e masculino levam para casa o mesmo valor, US$ 3.5 milhões.

LEIA MAIS: 25 atletas mais bem pagos do mundo em 2016

Os 12 tenistas mais bem pagos do mundo embolsaram um total de US$ 319 milhões nos últimos 12 meses, com patrocínios constituindo a maior parcela dos ganhos. Os atletas ganharam, juntos, aproximadamente US$ 304 milhões. Isso acontece porque a audiência que acompanha partidas de tênis é uma parcela demográfica atrativa para o marketing, à medida que os fãs geralmente têm dinheiro suficiente para gastar com produtos, como carros, equipamentos e relógios. O salário médio dos fãs do US Open é de aproximadamente US$ 160.000.

Outro atributo atraente do tênis para os patrocinadores é a natureza global do esporte. Os torneios acontecem ao redor do mundo e pessoas de todas as nacionalidades se reúnem para assistir as partidas. Os 12 maiores ganhadores vêm de 10 diferentes países, com Serena Williams sendo a única norte-americana do grupo.

Veja os tenistas mais bem pagos de 2016 na galeria de fotos:

  • 1°) Roger Federer

    País: Suíça

    Ganho total: US$ 67,8 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 7,8 milhões

    Patrocínio: US$ 60 milhões

    Principais patrocinadores: Nike, Rolex, Credit Suisse e Mercedes-Benz

    17 vezes vencedor de Grand Slam, Federer está afastado há seis meses para de se recuperar de uma cirurgia no joelho. Este será seu primeiro ano sem vencer um campeonato desde 2000.

  • 2°) Novak Djokovic

    País: Sérvia

    Ganho total: US$ 55,8 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 21,8 milhões

    Patrocínio: US$ 34 milhões

    Principais patrocinadores: Uniqlo

    O sérvio domina o mundo do tênis desde 2012, incluindo vencer os quatro Grand Slams na carreira com uma vitória em Roland Garros, em junho. Djokovic também se tornou o primeiro jogador a ganhar mais de US$ 100 milhões em prêmios, no último mês de junho.

  • 3°) Rafael Nadal

    País: Espanha

    Ganho total: US$ 37,5 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 5,5 milhões

    Patrocínio: US$ 32 milhões

    Principais patrocinadores: Nike, Babolat, Kia Motors, Telefônica, Tommy Hilfiger

    Vencedor de 14 Grand Slam, Nadal ficou fora das quadras por dois meses por causa de lesões, mas voltou a tempo de competir na Olimpíada Rio-2016.

  • 4°) Kei Nishikori

    País: Japão

    Ganho total: US$ 33,5 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 3,5 milhões

    Patrocínio: US$ 30 milhões

    Principais patrocinadores: Uniqlo

    Nishikori ganhou a medalha de bronze na Olimpíada Rio-2016 ao vencer Nadal na disputa pelo terceiro lugar. Ele é muito popular na Ásia graças ao seu status de primeiro jogador asiático a chegar a uma final de Grand Slam, feito conquistado em 2014.

  • 5°) Serena Williams

    País: Estados Unidos

    Ganho total: US$ 28,9 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 8,9 milhões

    Patrocínio: US$ 20 milhões

    Principais patrocinadores: Nike, Chase, IBM, Delta Air Lines, Wilson e Beats

    Serena quebrou o recorde em Wimbledon ao conquistar seu 22° Grand Slam em simples.

  • 6°) Andy Murray

    País: Reino Unido

    Ganho total: US$ 23 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 8 milhões

    Patrocínio: US$ 15 milhões

    Principais patrocinadores: Under Armour

    Murray abocanhou sua segunda medalha de ouro em torneios de simples na Olimpíada Rio-2016, além de já ter conquistado a medalha de prata nas duplas mistas na Olimpíada de Londres.

  • 7°) Maria Sharapova

    País: Rússia

    Ganho total: US$ 21,9 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 1,9 milhões

    Patrocínio: US$ 20 milhões

    Principais patrocinadores: Avon, Evian e Head

    Sharapova chocou o mundo do tênis ao dar positivo no exame antidoping em março. Nike e Porsche, antigas patrocinadoras da atleta, suspenderam seus planos promocionais com a russa, mas não encerraram o contrato. Avon, Evian e Head continuam patrocinando a atleta. Ela foi a atleta mais bem paga do mundo 11 vezes seguidas até que, esse ano, Serena Williams a ultrapassou.

  • 8°) Stan Wawrinka

    País: Suíça

    Ganho total: US$ 17,4 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 6,4 milhões

    Patrocínio: US$ 11 milhões

    Principais patrocinadores: Yonex e Evian

    O suíço venceu seu segundo Grand Slam em 2015, em Roland Garros. A vitória trouxe bônus de seus patrocinadores.

  • 9°) Agnieszka Radwanska

    País: Polônia

    Ganho total: US$ 10,2 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 5,2 milhões

    Patrocínio: US$ 5 milhões

    Principais patrocinadores: Lotto, Babolat, Lexus, Workday, Rado e Amica

    A n° 4 do mundo venceu três eventos no ano passado, incluindo o WTA Finals, disputado entre as oito melhores tenistas da temporada.

  • 10°) Caroline Wozniacki

    País: Dinamarca

    Ganho total: US$ 8 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 1 milhão

    Patrocínio: US$ 7 milhões

    Principais patrocinadores: Adidas

    A antiga n°1 do mundo caiu para a 74ª posição no último ano. Ela venceu apenas metade de suas 26 estreias em 2016 e chegou a apenas uma quarta de final.

  • 11°) Garbine Muguruza

    País: Espanha

    Ganho total: US$ 7,6 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 4,6 milhões

    Patrocínio: US$ 3 milhões

    Principais patrocinadores: Adidas

    Nascida na Venezuela, porém de família espanhola, Muguruza chegou ao estrelato quando conquistou seu primeiro Grand Slam. A vitória rendeu a tenista mais de US$ 2,3 milhões em prêmios e bônus de seus patrocinadores.

  • 12°) Ana Ivanovic

    País:Sérvia

    Ganho total: US$ 7,4 milhões

    Premiações/pagamentos: US$ 1,9 milhões

    Patrocínio: US$ 5,5 milhões

    Principais patrocinadores: Duty Free e Shiseido

    A sérvia, por não conseguir passar do terceiro rodada em seus últimos 10 Grand Slams, caiu para a 31ª posição mundial.

1°) Roger Federer

País: Suíça

Ganho total: US$ 67,8 milhões

Premiações/pagamentos: US$ 7,8 milhões

Patrocínio: US$ 60 milhões

Principais patrocinadores: Nike, Rolex, Credit Suisse e Mercedes-Benz

17 vezes vencedor de Grand Slam, Federer está afastado há seis meses para de se recuperar de uma cirurgia no joelho. Este será seu primeiro ano sem vencer um campeonato desde 2000.

Comentários
Topo