Listas

10 maiores atentados terroristas da história

No último final de semana, os Estados Unidos sofreram dois atentados com bomba. Ambos se passaram no sábado (17): o primeiro ocorreu em Seaside Park, em Nova Jersey, onde deveria estar ocorrendo uma corrida com centenas de pessoas, que estava atrasada, e o outro no bairro do Chelsea, no coração de Manhattan, em Nova York, às 20h30 no horário local, que resultou em 29 feridos.

RANKING: 5 grupos terroristas que mais matam no mundo

Ataques com explosivos não são tão comuns nos Estados Unidos. O país não vê atentados do tipo desde abril de 2013, quando explosões de duas bombas causaram três mortes e deixaram 264 feridos durante a maratona de Boston. Já em locais como Líbano, Iraque e a Nigéria, especialmente o norte, tomado pelo grupo terrorista Boko Haram, ataques como este são, infelizmente, mais cotidianos. Tanto que, dos 10 maiores ataques terroristas da história, três ocorreram no país africano nos últimos 7 anos, causados pela facção islâmica. Já o Iraque, sob ocupação norte-americana, viu dois deles.

Veja na galeria de fotos os 10 maiores atentados terroristas da história:

  • 10º) Ataque ao distrito de Karrada

    292 mortos e 225 feridos

    Onde: Bagdá, Iraque

    Quando: 3 de julho de 2016

    Em julho deste ano, a capital do Iraque sofreu o pior ataque terrorista desde o início da invasão norte-americana, em março de 2003. Um caminhão-bomba explodiu à meia noite no movimentado distrito de Karrada, em frente a um shopping, onde centenas de pessoas faziam compras para o Ramadã. Alguns veículos publicaram que o número de mortos no dia passou dos 340.

  • 9º) Atentado contra os quartéis de Beirute em 1983

    301 mortos e 161 feridos

    Onde: Beirute, Líbano

    Quando: 23 de outubro de 1983

    A Guerra Civil Libanesa durou quinze anos, de 1975 a 1990, e foi dividida historicamente em quatro fases. O conflito, ocorrido no Líbano, teve a participação de diversos países da região, como Síria, Palestina e Israel, para disputar partes do território. A partir de 75, o país, que antes era um dos principais pontos de investimento do Oriente Médio, foi tomado por milícias de diversas religiões, exércitos e outros grupos armados.

    Em 1982, países ocidentais juntaram uma força de paz chamada Força Multinacional no Líbano, formada por Estados Unidos, França, Itália e Reino Unido. No ano seguinte, dois caminhões-bomba explodiram em frente aos quartéis norte-americano e francês, respectivamente. Com 241 militares dos EUA mortos, este é o maior número de baixas no exército do país em um só dia desde o ataque de Iwo Jima, na Segunda Guerra Mundial.

  • 8º) Ataque do Boko Haram a Gamboru e Ngala

    310 mortos e um número indefinido de feridos

    Onde: Gamboru e Ngala, Nigéria

    Quando: 5 de maio de 2014

    O grupo terrorista africano Boko Haram é o mais mortal do mundo hoje. Só em 2014, as mortes atribuídas a ele passaram de 6.600. Só em maio daquele ano, o grupo fez um ofensiva a duas cidades vizinhas, Gamboru e Ngala, no Estado de Borno, no nordeste do país, que, durante 12 horas, matou 310 pessoas e deixou um número altíssimo de feridos.

  • 7º) Voo Air India 182

    329 mortos

    Onde: Oceano Atlântico

    Quando: 23 de junho de 1985

    Em junho de 1985, o voo 182 da Air India, que saiu de Montreal, no Canadá, com destino a Nova Deli, na Índia, desapareceu dos radares. Poucas horas depois, uma mala explodiu no aeroporto de Tóquio, no Japão, de um voo que também tinha a Índia como destino. Isso levou as investigações ao grupo separatista Babbar Khalsa.

    Parte dos destroços do voo 182 foi encontrada dias depois no litoral do Irlanda. O Boeing 747 levava 307 passageiros e 22 tripulantes. Até hoje, ninguém assumiu oficialmente a autoria do atentado.

  • 6º) Invasão à escola de Beslan

    372 mortos e 747 feridos

    Onde: Beslan, Rússia

    Quando: 1 a 3 de setembro de 2004

    No dia 1º de setembro de 2004, terroristas chechenos invadiram a maior escola da cidade de Beslan, na Ossétia do Norte, extremo sul da Rússia. Além de colocar cerca de 1.200 alunos e funcionários sob mira de armas, o grupo separatista afirmava ter cercado o prédio com explosivos.

    Depois de dois dias de negociações mal-sucedidas, as forças russas decidiram invadir o local. Os terroristas trocaram tiros e acionaram os explosivos. Mais de 333 civis e 35 separatistas morreram. Depois, Shamil Bassaiev, um dos homens mais procurados do país na época, morto em 2006, assumiu o mando do atentado.

  • 5º) Incêndio no Cinema Rex

    477 mortos e 10 feridos

    Onde: Abadan, Irã

    Quando: 19 de agosto de 1978

    O incêndio ao Cinema Rex, na histórica cidade de Abadan, perto da fronteira com o Iraque, foi o maior atentado terrorista ocorrido durante a Revolução Iraniana (janeiro de 1978 a fevereiro de 1979) e até hoje o maior em solo iraniano. Quase 500 pessoas morreram.

    Ainda há discórdia sobre a autoria do atentado. O então governo ligado ao monarca Reza Pahlevi acusou os rebeldes, liderados por Ali Khamenei, de terem incendiado o local. Já Khamenei, quando assumiu como Líder Supremo no ano seguinte, após a Revolução, acusou o antigo exército monarquista de ter se infiltrado e cometido o ato para incriminar a causa. Um capitão foi julgado e executado.

  • 4º) Atentados contra comunidades yazidis

    520 mortos e mais de 1.500 feridos

    Onde: Kahtaniya e Jazeera, Iraque

    Quando: 14 de agosto de 2007

    O recente ataque em Bagdá foi o maior atentado sofrido no Iraque no século em um único local. O país, no entanto, enfrentou em 2007 seu maior ataque terrorista da história. Um bombardeio coordenado em diferentes comunidades yazidis matou mais de 500 pessoas e feriu mais de 1.500 em um só dia.

    Na noite de 14 de agosto, carros-bomba explodiram na mesma hora (por volta de 19h, no horário local) nas cidades de Kahtaniya e Jazeera, no extremo norte do país. Nenhum grupo assumiu a autoria, mas o então presidente, Jalal Talabani, acusou grupos sunitas pelo histórico de conflitos contra os yazidis.

  • 3º) Ataques do Boko Haram em Doro Gowon

    Mais de 700 mortos e de 1.000 feridos

    Onde: Baga e Doro Gowon

    Quando: 3 a 4 de janeiro de 2015

    Em janeiro do ano passado, o Boko Haram fez seu segundo ataque mais sangrento. Em uma ação conjunta que durou pouco mais de 48 horas, o grupo atacou as cidades de Baga e Doro Gowon, no norte do país, e 16 vilarejos que as cercam. Números divulgados pelo passam de 700 mortos e 1.000 feridos. Organizações não-governamentais, no entanto, estimam que mais de 2.000 pessoas foram mortas neste curto período.

  • 2º) Ataques do Boko Haram em Maiduguri

    780 mortos e um número indefinido de feridos

    Onde: Maiduguri, Nigéria

    Quando: 28 a 30 de julho de 2009

    Meses depois de anunciar sua campanha militarizada, no início de 2009, o Boko Haram fez seu mais sangrento ataque até hoje em uma ação que durou três dias. No dia 28 de julho, o exército nigeriano fez uma ofensiva na cidade de Maiduguri, capital de Borno, atrás do então líder do grupo, Mohammed Yusuf.

    Como resposta, o Boko Haram atacou igrejas cristãs e estações policiais com motoqueiros armados e colocou uma prisão em chamas. O exército e a polícia entraram em conflito. Os atentados deixaram quase 800 mortos e um número não estimado de feridos. No dia 30, Yusuf foi capturado pelas forças armadas e morto sob custódia do governo.

  • 1º) Atentados de 11 de setembro

    2.993 mortos e mais de 8.900 feridos

    Onde: Nova York, Arlington e Shanksville, Estados Unidos

    Quando: 11 de setembro de 2001

    Na manhã do dia 11 de setembro, o grupo terrorista Al-Qaeda organizou uma série de atentados terroristas nos Estados Unidos. Em Nova York, um avião da American Airlines atingiu a Torre Norte do World Trade Center às 8h46, e, menos de 20 minutos depois, às 9h03, outro, da United Airlines, atingiu a Torre Sul. Próximo à capital Washington, mais um voo da American Airlines atingiu o Pentágono, no condado de Arlington, às 9h37, e, às 10h03, o voo 93 da United Airlines caiu em um campo aberto na área de Shanksville, na Pensilvânia.

    Nenhum passageiro dos três voos sobreviveu. Em Nova York, o desabamento das duas torres trouxe um total de 2.606 mortos, enquanto no Pentágono contabilizou-se 125. Ao abrirem a caixa preta do voo 93, descobriu-se que os passageiros conseguiram tomar o controle do avião para derrubá-lo. Acredita-se que o seu destino era o Capitólio, casa do Congresso norte-americano, ou a Casa Branca, sede da presidência do país, ambos em D.C.

    Este foi o primeiro ataque aéreo sofrido em solo norte-americano desde Pearl Harbor, na Segunda Guerra Mundial, e é até hoje o maior atentado terrorista da história.

    LEIA TAMBÉM: Como o FBI se reinventou após o 11 de Setembro

10º) Ataque ao distrito de Karrada

292 mortos e 225 feridos

Onde: Bagdá, Iraque

Quando: 3 de julho de 2016

Em julho deste ano, a capital do Iraque sofreu o pior ataque terrorista desde o início da invasão norte-americana, em março de 2003. Um caminhão-bomba explodiu à meia noite no movimentado distrito de Karrada, em frente a um shopping, onde centenas de pessoas faziam compras para o Ramadã. Alguns veículos publicaram que o número de mortos no dia passou dos 340.

Comentários
Topo