Listas

10 equipes mais valiosas da Fórmula 1 em 2016

Depois de anos de rumores sobre possíveis negociações, a Fórmula 1 finalmente foi vendida. A Liberty Media, uma empresa de mídia norte-americana que pertence ao bilionário John Malone, adquiriu a categoria em um acordo de US$ 8 bilhões. Os fãs e investidores parecem estar satisfeitos com a mudança, mas como esse novo investimento (e a liderança da Liberty) vai impactar no esporte ainda é uma questão a ser respondida.

LEIA MAIS: 50 equipes mais valiosas do esporte em 2016

Por enquanto, as coisas parecem estar bem estabelecidas. As equipes mais valiosas da Fórmula 1 valem em média U$ 446 milhões, uma fração por cento acima do ano passado. Elas geraram uma receita de US$ 2 bilhões nesse período. Os valores são baseados no desempenho financeiro das equipes em 2015, portanto a Haas não está incluída na lista.

LEIA TAMBÉM: Como a F1 gera milhões para o turismo

O grid de largada continua a ser dominado pelas mesmas equipes dos anos anteriores. Nesta temporada, a Mercedes ganhou pelo terceiro ano consecutivo o campeonato, e nesse mesmo período apenas quatro equipes terminaram entre as três primeiras colocadas. O investimento do patrocínio no esporte também está estagnado e poucos novos parceiros entraram na categoria. O interesse global também continua diminuindo – com 400 milhões de telespectadores, a Fórmula 1 teve uma queda de 33% em relação aos últimos oito anos.

Veja na galeria de fotos as 10 equipes mais valiosas da Fórmula 1:

  • 1º) Ferrari
    Valor da equipe: US$ 1,32 bilhão
    Receita: US$ 455 milhões
    Orçamento: US$ 7 milhões

  • 2º) Mercedes
    Valor da equipe: US$ 685 milhões
    Receita: US$ 315 milhões
    Orçamento: – US$ 50 milhões

  • 3º) McLaren
    Valor da equipe: US$ 655 milhões
    Receita: US$ 275 milhões
    Orçamento: US$ 7 milhões

  • 4º) Red Bull Racing
    Valor da equipe: US$ 630 milhões
    Receita: US$ 265 milhões
    Orçamento: US$ 2 milhões

  • 5º) Williams
    Valor da equipe: US$ 400 milhões
    Receita: US$ 150 milhões
    Orçamento: – US$ 6 milhões

  • 6º) Force India
    Valor da equipe: US$ 220 milhões
    Receita: US$ 95 milhões
    Orçamento: – US$ 28 milhões

  • 7º) Toro Rosso
    Valor da equipe: US$ 180 milhões
    Receita: US$ 148 milhões
    Orçamento: US$ 4 milhões

  • 8º) Renault
    Valor da equipe: US$ 175 milhões
    Receita: US$ 115 milhões
    Orçamento: – US$ 50 milhões

  • 9º) Sauber
    Valor da equipe: US$ 110 milhões
    Receita: US$ 89 milhões
    Orçamento: – US$ 18 milhões

  • 10º) Manor
    Valor da equipe: US$ 75 milhões
    Receita: US$ 58 milhões
    Orçamento: – US$ 1 milhão

1º) Ferrari
Valor da equipe: US$ 1,32 bilhão
Receita: US$ 455 milhões
Orçamento: US$ 7 milhões

Comentários
Topo