Listas

10 atletas na NFL mais bem pagos de 2017

Há dois tipos de times na NFL: aqueles que têm um quarterback e aqueles que ainda estão tentando descobrir quem é seu quarterback. E, quando um bom atleta desta posição é finalmente encontrado, há apenas uma opção: pagar bem.

VEJA TAMBÉM: 10 tenistas mais bem pagos do mundo em 2017

A NFL é, mais do que nunca, dominada por quarterbacks. Times com os melhores QBs – como o New England, de Tom Brady, e Green Bay, de Aaron Rodgers – chegam aos playoffs quase todos os anos. Os Pats e os Packers estão nesta etapa da competição pelo oitavo ano seguido, enquanto Buffalo e Cleveland, por outro lado, não têm nenhuma aparição em playoffs desde 2003. Os dois últimos times lançaram, juntos, 36 quarterbacks nos últimos 15 anos.

Agora, com Matthew Stafford a um ano de atingir a free agency, momento em que os jogadores renovam contratos e mudam de time, a questão é quanto o Detroit Lions está disposto a pagar. O time abriu a carteira para manter o jogador por meio de uma extensão, anunciada em agosto, de US$ 135 milhões por cinco anos, o que estabeleceu novos padrões para salário médio (US$ 27 milhões), dinheiro garantido (US$ 92 milhões) e bônus de assinatura (US$ 50 milhões).

Se somados, o salário-base de 2017 (US$ 1 milhão) e o que o Stafford recebeu fora dos campos, graças a patrocínios com a Nike, PepsiCo e Ford Motor (US$ 1,5 milhão), o atleta acumulou US$ 52,5 milhões este ano e o título de jogador mais bem pago da NFL.

O limite de salário da NFL cresceu 53% na última década, para US$ 167 milhões, graças ao aumento nas receitas, em grande parte por causa da televisão. Todos na NFL estão ganhando dinheiro, mas nenhuma posição é como a do quarterback, que têm os 16 maiores salários médios.

LEIA: 10 atletas mulheres mais bem pagas de 2017

Os ganhos aqui contabilizados incluem salários e bônus durante o ano de 2017, ganhos estimados com patrocínios, aparições e dinheiro de licenciamento pago pela NFL Players Association.

Veja, na galeria de fotos, os 10 atletas da NFL mais bem pagos de 2017:

  • 10º) Stephon Gilmore
    Time: New England Patriots
    Ganho total: US$ 23,2 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 23 milhões
    Patrocínios: US$ 200 mil

  • 9º) DeAndre Hopkins
    Time: Houston Texans
    Ganho total: US$ 25 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 24 milhões
    Patrocínios: US$ 1 milhão

  • 8º) Kirk Cousins
    Time: Washington Redskins
    Ganho total: US$ 25,4 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 23,9 milhões
    Patrocínios: US$ 1,5 milhão

  • 7º) Josh Norman
    Time: Washington Redskins
    Ganho total: US$ 25,7 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 24,5 milhões
    Patrocínios: US$ 1,2 milhão

  • 6º) Drew Brees
    Time: New Orleans Saints
    Ganho total: US$ 26 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 13 milhões
    Patrocínios: US$ 13 milhões

  • 5º) Kawann Short
    Time: Carolina Panthers
    Ganho total: US$ 26,1 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 26 milhões
    Patrocínios: US$ 75 mil

  • 4º) Derek Carr
    Time: Oakland Raiders
    Ganho total: US$ 27,5 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 25,2 milhões
    Patrocínios: US$ 2 milhões

  • 3º) Andrew Luck
    Time: Indianapolis Colts
    Ganho total: US$ 30 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 27 milhões
    Patrocínios: US$ 3 milhões

  • 2º) Cam Newton
    Time: Carolina Panthers
    Ganho total: US$ 34,7 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 23,7 milhões
    Patrocínios: US$ 11 milhões

  • 1º) Matthew Stafford
    Time: Detroit Lions
    Ganho total: US$ 52,5 milhões
    Salário/pagamentos: US$ 51 milhões
    Patrocínios: US$ 1,5 milhão

10º) Stephon Gilmore
Time: New England Patriots
Ganho total: US$ 23,2 milhões
Salário/pagamentos: US$ 23 milhões
Patrocínios: US$ 200 mil

Comentários
Topo