12 países em que mais se compra café para viagem

Algumas pessoas gostam de acordar cedo e preparar a xícara de café perfeita antes de sair para o trabalho. Outras preferem ficar na cama por mais tempo e pegar um café para viagem durante seu percurso até o escritório. A popularidade desse estilo de pedido cresceu ao redor do mundo nos últimos anos, apesar dessa quantidade variar muito entre os países. Na Espanha e na Itália, por exemplo, a modalidade só vale para 3% das pessoas, enquanto no Japão esse número chega a aproximadamente 50%.

VEJA MAIS: 6 boas notícias – e 4 más – sobre os efeitos do café na saúde

Esses dados são baseados em um levantamento feito pela empresa de pesquisa de mercado NPD Group, que avaliou quantos pedidos de café são feitos dessa maneira. No Brasil, que aparece em 9º lugar no ranking, a cada 100 unidades vendidas da bebida pronta, 13 seguem essa tendência.

Os italianos são conhecidos por serem descontraídos quando se trata de café e são mais propensos a apreciar a versão expressa ou o capuccino em seus bares e cafeterias locais em vez de tomá-los no caminho para o trabalho. Entretanto, isso pode estar prestes a mudar. No começo do ano, o ex-CEO da Starbucks, Howard Schultz, anunciou que a cadeia planejava inaugurar sua primeira cafeteria em Milão no próximo ano. Mudar os hábitos dos italianos em relação ao café será uma difícil tarefa, considerando a forte concorrência com as cerca de 150.000 cafeterias abrigadas pelo país atualmente.

LEIA TAMBÉM: Barista sul-coreano reproduz quadros famosos no creme do café

A Starbucks certamente não tem dificuldades em vender café para viagem nos Estados Unidos, onde 45% dos pedidos da bebida são feitos dessa maneira. No Canadá, esse índice é de 43%. A tendência também é forte em nações que tradicionalmente tomam chá, como o Reino Unido e a China, apesar de ainda ter muito trabalho a ser feito para concorrer com os mercados mais fortes, normalmente formado por países onde as pessoas têm um estilo de vida mais agitado e onde existe uma atmosfera mais descontraída. Será interessante observar a entrada da Starbucks no mercado italiano no próximo ano e se a empresa conseguirá transformar os hábitos de uma das nações que mais leva a sério o hábito de tomar café.

Veja os 12 países em que mais se compra café para viagem, com base na porcentagem de pedidos da bebida que seguem essa tendência em cada nação:

  • 11. Espanha (3%)

  • 11. Itália (3%)

  • 10. China (10%)

  • 9. Brasil (13%)

  • 5. Reino Unido (17%)

  • 5. Rússia (17%)

  • 5. França (17%)

  • 5. Alemanha (17%)

  • 4. Austrália (23%)

  • 3. Canadá (43%)

  • 2. Estados Unidos (45%)

  • 1. Japão (48%)

11. Espanha (3%)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).