Fotos

20 cidades mais legais dos Estados Unidos

Afirmar que uma cidade é legal pode parecer algo subjetivo. No entanto, quando se trata de um lugar divertido para viver, há algumas questões universais que podem ser analisadas.

VEJA TAMBÉM: 7 cidades nos EUA para você construir uma nova carreira como empreendedor

O ranking das cidades mais legais dos Estados Unidos é feito em parceria com o site Sperling’s Best Place, que possui diversos dados sobre municípios norte-americanos. Entre as métricas utilizadas, está a quantidade de opções de lazer e de restaurantes locais (em vez de cadeias nacionais), pouco trânsito e opções de transporte alternativas, como bicicletas e carro elétricos e híbridos.

Também foi levado em consideração a quantidade de cafeterias e cervejarias, espaços de socialização, como bares e baladas, a migração líquida (a diferença entre o número de pessoas que se transferiu para cada região metropolitana de 2010 a 2016 versus a quantidade que saiu), quantas pessoas entre 25-34 vivem na área, a diversidade populacional e o crescimento de pequenos negócios, já que o empreendedorismo é um sinal de otimismo sobre o futuro da cidade.

Na edição 2017, São Francisco foi eleita a Top 1 da lista. A área metropolitana da cidade tem mais restaurantes locais do que praticamente todas as outras dos EUA. A região também abriga diversos museus, equipes esportivas respeitadas e possibilita caminhadas com vistas deslumbrantes.

Com pouco trânsito e uma forte cultura de transportes alternativos, os moradores e os turistas têm um fácil acesso a todos os lugares. Todo esse dinamismo, porém, vem com um custo. São Francisco se tornou um lugar extremamente caro, o que coloca sua grande diversidade em risco.

Veja, na galeria de fotos abaixo, as 20 cidades mais legais dos EUA:

  • 1º) São Francisco
    Pontos fortes: restaurantes locais, transportes alternativos e diversidade
    Pontos fracos: migração líquida, crescimento de pequenos negócios

  • 2º) Seattle
    Pontos fortes: opções de lazer, cafeterias e cervejarias
    Pontos fracos: diversidade, crescimento de pequenos negócios

  • 3º) San Diego
    Pontos fortes: carros eléctricos, quantidade de jovens, opções de lazer
    Pontos fracos: migração líquida, bares e baladas

  • 4º) New Orleans
    Pontos fortes: bares e baladas, cafeterias e cervejarias
    Pontos fracos: crescimento de pequenos negócios, migração líquida

  • 5º) Portland
    Pontos fortes: bicicletas, cafeterias e cervejarias
    Pontos fracos: diversidade, crescimento de pequenos negócios

  • 6º) São Jose
    Pontos fortes: carros elétricos, diversidade
    Pontos fracos: migração líquida, bares e baladas

  • 7º) Los Angeles
    Pontos fortes: opções de lazer, restaurantes locais
    Pontos fracos: migração líquida, bares e baladas

  • 8º) Nova York
    Pontos fortes: restaurantes locais, trânsito, opções de lazer
    Pontos fracos: migração líquida, quantidade de jovens

  • 9º) Boston
    Pontos fortes: trânsito, opções de lazer
    Pontos fracos: diversidade, crescimento de pequenos negócios

  • 10º) Denver
    Pontos fortes: quantidade de jovens, cafeterias e cervejarias
    Pontos fracos: crescimento de pequenos negócios, restaurantes locais, diversidade

  • 11º) Charleston
    Pontos fortes: quantidade de jovens, migração líquida
    Pontos fracos: crescimento de pequenos negócios, trânsito, cafeterias e cervejarias

  • 12º) Honolulu
    Pontos fortes: diversidade, restaurantes locais
    Pontos fracos: crescimento de pequenos negócios, migração líquida

  • 13º) Austin
    Pontos fortes: quantidade de jovens, migração líquida
    Pontos fracos: opções de lazer, trânsito

  • 14º) Miami
    Pontos fortes: diversidade, restaurantes locais
    Pontos fracos: quantidade de jovens

  • 15º) Madison
    Pontos fortes: bicicletas, bares e baladas
    Pontos fracos: diversidade, opções de lazer

  • 16º) Houston
    Pontos fortes: diversidade, quantidade de jovens
    Pontos fracos: cafeterias e cervejarias, bares e baladas, restaurantes locais

  • 17º) Washington
    Pontos fortes: trânsito, diversidade, quantidade de jovens
    Pontos fracos: bares e baladas, crescimento de pequenos negócios

  • 18º) Las Vegas
    Pontos fortes: bares e baladas, diversidade
    Pontos fracos: cafeterias e cervejarias, bicicletas

  • 19º) Orlando
    Pontos fortes: migração líquida, diversidade
    Pontos fracos: crescimento de pequenos negócios, cafeterias e cervejarias

  • 20º) Tampa
    Pontos fortes: migração líquida, opções de lazer
    Pontos fracos: quantidade de jovens, trânsito

1º) São Francisco
Pontos fortes: restaurantes locais, transportes alternativos e diversidade
Pontos fracos: migração líquida, crescimento de pequenos negócios

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo