Fotos

30 celebridades mais bem pagas abaixo dos 30 anos

Em 2010, Abel Tesfaye começou a lançar músicas gratuitas nos serviços de streaming sob um codinome inusitado, “The Weeknd”. Você ainda pode ouvir as faixas sem gastar nada, mas o artista de 27 anos ganha um salário polpudo. The Weeknd é a celebridade abaixo dos 30 anos mais bem paga, com ganhos de US$ 92 milhões entre junho de 2016 e junho de 2017. Ele ocupa a 6ª posição na lista geral de FORBES das 100 celebridades mais bem pagas do mundo.

VEJA TAMBÉM: 14 bilionários mais jovens dos Estados Unidos

Outro canadense, Justin Bieber, ficou na vice-liderança. Bieber apareceu na capa de FORBES em 2012, quando tinha acabado de completar 18 anos e apareceu na lista de 100 celebridades mais bem pagas com US$ 53 milhões. A estrela pop de 23 anos não dá sinais de desacelerar: ganhou incríveis US$ 83,5 milhões no mais recente levantamento.

Único brasileiro a aparecer na lista, Neymar ocupa a 13ª posição, com US$ 37 milhões em um ano em que foi o centro das atenções no mercado do futebol: o craque assinou um contrato de cinco anos com o Paris Saint-Germain, no que foi considerada a transferência mais cara da história. Representantes do jogador pagaram € 222 milhões (US$ 263 milhões) da cláusula de rescisão do contrato com o Barcelona.

Juntas, as 30 celebridades mais bem pagas abaixo dos 30 anos ganharam US$ 1,24 bilhão entre junho de 2016 e junho de 2017, sem considerar taxas e impostos. Os ganhos são estimados com base em dados da Nielsen, NPD Bookscan, Pollstar, Box Office Mojo, Songkick, D’Marie e IMDB, assim como entrevistas com integrantes da indústria e, às vezes, com as próprias estrelas.

Veja, na galeria de fotos, as 30 celebridades mais bem pagas abaixo dos 30 anos:

  • 29º) Emma Stone (empate)
    Ganhos: US$ 26 milhões
    Idade: 29 anos

    Os ganhos do musical “La La Land” formaram a maior parte dos ganhos da vencedora do Oscar. Ela interpretou a aspirante a atriz e barista Mia no filme, que arrecadou US$ 445,3 milhões nas bilheterias do mundo todo frente a um orçamento de produção de US$ 30 milhões.

  • 29º) Cam Newton (empate)
    Ganhos: US$ 26 milhões
    Idade: 28 anos

    Depois de uma temporada de conto de fadas em que Cam Newton venceu o prêmio MVP e levou o Carolina Panthers ao Super Bowl, a temporada de 2016 foi muito mais difícil. Os Panthers venceram nove jogos a menos e Newton completou apenas 53% de seus passes, o que representa uma baixa em sua carreira. O jogador de futebol americano restabeleceu seus acordos com Danon, Gatorade e Beats depois da temporada do MVP. Ele também tem contratos de patrocínio com Carolina’s HealthCare Systems e Electronic Arts. Suas chuteiras para a Under Armour são as mais vendidas para futebol americano da empresa.

    Newton tem também um acordo de produção com a Nickelodeon e, no ano passado, apresentou e produziu um programa do canal chamado “All In With Cam Newton”, no qual o quarterback ajudava crianças a realizarem seus sonhos. Newton foi uma das muitas celebridades que comprou uma participação no UFC depois que a agência de talentos WME adquiriu a empresa de artes marciais mistas em 2016. Ele tem também uma participação na empresa de mídia Players’ Tribune.

  • 28º) Blake Griffin
    Ganhos: US$ 28,1 milhões
    Idade: 28 anos

    A temporada 2016-2017 terminou com um acordo de cinco anos e US$ 95 milhões para Griffin no Los Angeles Clippers. O ala-pivô é um dos melhores free agents no mercado, mas as lesões são uma preocupação, visto que ele esteve em apenas dois terços dos jogos do time nas últimas três temporadas. O atleta do basquete teve média de mais de 20 pontos e 10 rebotes por jogo enquanto cativou a atenção de fãs e marqueteiros com enterradas de destaque.

    Seus parceiros de patrocínio incluem a marca Jordan, da Nike, Google, Red Bull e Panini. Griffin lançou uma empresa de produção em 2016 com o jogador da NFL Ryan Kalil. A ideia é produzir uma nova versão do icônico filme de basquete “Homens Brancos Não Sabem Enterrar”.

  • 27º) Kyrie Irving
    Ganhos: US$ 29,9 milhões
    Idade: 25 anos

    Irving lançou seu tênis Kyrie 3 no dia do Natal e as versões coloridas foram esgotadas em três minutos no app SNKRS, da Nike. O jogador de basquete adquiriu uma participação da Skullcandy no ano passado, como parte de um acordo de publicidade. Bom timing: a fabricante de headphones foi vendida pouco tempo depois por US$ 197 milhões à Mill Road Capital. O filme “Uncle Drew”, de Irving, deve chegar aos cinemas logo e a obra baseada no personagem do comercial da Pepsi está sendo produzida.

  • 26º) Skrillex
    Ganhos: US$ 30 milhões
    Idade: 29 anos

    Conhecido por popularizar o subgênero dubstep, Skrillex foi pioneiro mais uma vez com outro tipo de música eletrônica, o tropical house, com a ajuda de um vetor improvável: Justin Bieber. O single de sucesso “Sorry” registrou 2,5 bilhões de visualizações apenas no YouTube, impulsionando a carreira dos dois artistas.

  • 25º) Eric Berry
    Ganhos: US$ 31,1 milhões
    Idade: 28 anos

    Berry assinou um contrato de seis anos e US$ 78 milhões com os Chiefs em março. O acordo incluiu um bônus de assinatura de US$ 20 milhões e US$ 40 milhões garantidos. A temporada de 2014 do jogador da NFL foi mais curta devido a um diagnóstico de linfoma, mas ele retornou ao futebol em 2015 livre do câncer depois da quimioterapia.

  • 24º) Antonio Brown
    Ganhos: US$ 31,9 milhões
    Idade: 29 anos

    Depois de alguns anos resmungando sobre seu contrato, Antonio Brown teve seu desejo atendido pelos Pittsburgh Steelers com um novo acordo de quatro anos e US$ 68 milhões após a temporada de 2016. A negociação incluiu um bônus de assinatura de US$ 19 milhões e fez de Brown o receiver mais bem pago da NFL. AB merece, afinal acumulou 6.300 jardas e 53 touchdowns ao longo das últimas quatro temporadas. Brown participou da edição 2016 da atração televisiva “Dancing With the Stars” e ficou em 4º lugar na competição de dança. O atleta se encontrou em uma situação tensa com Mike Tomlin quando divulgou uma conversa de vestiário do o técnico do Steelers em um live no Facebook. A rede social pagou seis dígitos a Brown antes da temporada para “criar conteúdo”. Brown também tem acordos com Nike e Pepsi, entre outras marcas.

  • 23º) Chance the Rapper
    Ganhos: US$ 33 milhões
    Idade: 24 anos

    Chance the Rapper nunca vendeu um álbum físico – escolheu, em vez disso, distribuir sua música gratuitamente por meio de serviços de streaming. Porém, o artista utiliza sua onipresença musical de maneira inteligente para lucrar com shows apresentações em festivais, assim como com contratos com marcas como Apple e Kit Kat.

  • 22º) Clayton Kershaw
    Ganhos: US$ 33,3 milhões
    Idade: 29 anos

    Kershaw assinou um contrato de US$ 215 milhões em 2014, o mais caro até então para um pitcher (David Price superou o marco em 2015 com seu contrato de US$ 2o17). O salário do jogador de baseball – US$ 33 milhões – é o mais alto entre os atletas de esportes coletivos. Kershaw arrecada quase sete dígitos fora do campo graças a parceiros de patrocínio como Under Armour, Art of the Game, Topps, Wilson e Mercedes-Benz. Sua parceria com a Under Armour vem desde 2008. O canhoto teve a terceira camiseta mais vendida da MBL em 2016.

  • 21º) Fletcher Cox
    Ganhos: US$ 33,4 milhões
    Idade: 26 anos

    Os Philadelphia Eagles abriram o cofre antes da temporada 2016 para manter o tackle defensivo Fletcher Cox. O atleta do futebol americano assinou uma extensão de seis anos, no valor de US$ 103 milhões, que inclui um bônus de US$ 26 milhões e US$ 63 milhões em dinheiro garantido.

  • 20º) Kei Nishikori
    Ganhos: US$ 33,9 milhões
    Idade: 27 anos

    Nishikori entrou para a história como primeiro jogador asiático a conquistar um Grand Slam final masculino quando alcançou os dois finalistas no U.S. Open em 2014. O papel de Nishikori como melhor jogador do Japão o ajudou a conquistar um carregado portfólio que inclui 16 patrocinadores, entre eles Uniqlo, Wilson, Nike, Procter & Gamble, Jaguar e Tag Heuer. Os fãs do atleta podem dirigir uma edição Kei Jaguar, comer noodles Nishikori da Nissin ou voar em aviões com a marca de Kei da Japan Airlines. A renovação de seu contrato de vestuário com a Uniqlo, que começou no ano passado, vale oito dígitos ao ano. Nishikori está preparado para ser um dos rostos da Olimpíada de 2020 em Tóquio e ganhou uma medalha de bronze na Olimpíada do Rio, a primeira para o Japão em tênis masculino em 96 anos. O atleta conquistou 11 títulos ATP na carreira, mas perdeu seis finais seguidas desde a última vitória, em fevereiro de 2016.

  • 18º) Conor McGregor (empate)
    Ganhos: US$ 34 milhões
    Idade: 29 anos

    A estrela do UFC lutou duas vezes nos últimos 12 meses – e foram justamente duas das três disputas mais vendidas no pay-per-view até hoje. A UFC 202, em que McGregor enfrentou Nate Diaz, bateu o recorde e vendeu 1,6 milhão. Três meses mais tarde, McGregor derrotou Eddie Alvarez na UFC 205, evento comprado por 1,3 milhão de pessoas (McGregor também estrelou na segunda e na quinta lutas mais vendidas de todos os tempos). Os dois combates na segunda metade de 2016 renderam a McGregor US$ 27 milhões, incluindo sua parte das compras de pay-per-view.

    Mas o maior pagamento de McGregor deverá vir de uma potencial luta de boxe com Floyd Mayweather, capaz de atrair três milhões ou mais de compras no pay-per-view. McGregor deve ganhar US$ 75 milhões se o combate for realizado. O irlandês deixou muitos de seus contratos de patrocínio prescreverem enquanto espera pela atenção e pelos potenciais acordos maiores que viriam com a luta com Mayweather. Ele assinou um novo contrato de marketing com a Anheuser-Busch e com a Beats by Dre na primavera de 2017.

  • 18º) Gareth Bale (empate)
    Ganhos: US$ 34 milhões
    Idade: 28 anos

    Bale foi limitado a apenas 27 estrelas da La Liga nesta temporada antes de sua cirurgia no tornozelo, procedimento que o afastou em novembro, e de uma lesão na panturrilha que fez com que ele perdesse as seis últimas semanas da competição. Como resultado, o futuro da extensão de seu contrato de seis anos com o Real Madrid, que deveria ocorrer até 2021, foi colocada em dúvida.

    O lateral galês assegurou seu último patrocínio com a Altitude, de Dubai, produtora de uma máscara de treino que ele está promovendo como uma ferramenta para ajudá-lo a treinar e voltar à forma completa com mais rapidez e força. A patrocinadora de suas chuteiras Adidas tem um contrato com ele até 2020.

  • 17º) Derrick Rose
    Ganhos: US$ 34,3 milhões
    Idade: 29 anos

    Rose jogou a última partida de seu contrato de US$ 94 milhões com o uniforme do Knicks e suas primeiras sete temporadas em Chicago. Porém, lesões perturbaram sua carreira, provocando uma transação para Nova York, em 2016. O jogador de basquete ainda ganha mais de US$ 10 milhões por ano de seu contrato de 13 anos com a Adidas, assinado em 2012, mas as vendas de seus tênis despencaram e ele foi superado por James Harden e Damian Lillard no marketing da marca.

  • 16º) Jordan Spieth
    Ganhos: US$ 34,5 milhões
    Idade: 24 anos

    Os ganhos atuais do jogador de golfe caíram US$ 15 milhões depois que ele ganhou apenas uma vez entre junho de 2016 e junho de 2017, após ter acumulado cinco vitórias nos 12 meses anteriores, assim como o título da FedEx Cup e seu bônus de US$ 10 milhões. Spieth permanece uma estrela incrivelmente marqueteira, com uma dezena de parceiros de patrocínio como Under Armour, AT&T, Coca-Cola, Titleist e Rolex. Seu último acordo foi com a marca Wheaties, da General Mills.

    Spieth é o quarto jogador de golfe a aparecer em caixas de cereal, juntando-se a Arnold Palmer, Jack Nicklaus e Tiger Woods. A Under Armour criou o primeiro tênis de golfe com a assinatura dele este ano, lançado com uma turnê global em quatro cidades que começou em Tóquio, em janeiro. O atleta ganhou quase US$ 30 milhões dos patrocinadores e em cachês por aparições.

  • 15º) Rihanna
    Ganhos: US$ 36 milhões
    Idade: 29 anos

    Como artista, a versátil Rihanna lança hits sozinha e com músicos que, como ela, estão na lista Celebrity 100, como Calvin Harris e Drake, capitalizando com lucrativos shows. Ela também atua como diretora criativa da Puma e exibe seu talento como atriz na série de televisão “Bates Motel”.

  • 13º) Ed Sheeran (empate)
    Ganhos: US$ 37 milhões
    Idade: 26 anos

    Depois de um calmo 2016, Sheeran explodiu em 2017 com o álbum hit “÷”, que ostenta duas músicas que quebraram recordes no Spotify, com mais de 13 milhões de reproduções combinadas em 24 horas. Agora, ele está lotando espaços de shows em uma grande turnê mundial.

  • 13º) Neymar (empate)
    Ganhos: US$ 37 milhões
    Idade: 25 anos

    O jogador brasileiro foi objeto da transação mais cara da história do futebol, entre o Barcelona e o PSG, e conquistou seu lugar para a próxima década com seus patrocínios comerciais de longo prazo. O atleta de 25 anos é o único jogador de futebol a ganhar mais fora do que dentro do campo, incluindo rendimentos pagos por patrocinadores globais como Nike, Gillette, Panasonic e Beats by Dre. Ele foi o primeiro jogador de futebol a ter o seu próprio tênis Air Jordan feito pelo Swoosh.

  • 12º) Damian Lillard
    Ganhos: US$ 38,4 milhões
    Idade: 27 anos

    Lillard selou uma extensão do acordo de 2015 com o Trail Blazers que o manterá no Portland pelos próximos seis anos. O acordo pretendia ser um acréscimo de cinco anos no valor de US$ 120 milhões, mas, antes do início do contrato, o teto salarial da NBA subiu e Lillard entrou no segundo time da All-NBA, o que fez com que o valor do acordo subisse para US$ 140 milhões. Lillard tem um portfólio extenso de patrocínio com Adidas Spalding, Powerade, JBL, Moda Health, Panini, Coach, State Farm, McDonald’s e Toyota. Suas linhas de tênis e vestuário estão entre as mais vendidas da Adidas na NBA. A marca esportiva alemã paga a Lillard valores de dez dígitos por ano.

  • 11º) Russell Westbrook
    Ganhos: US$ 38,6 milhões
    Idade: 29 anos

    O jogador de basquete renegociou seu contrato com o Oklahoma City Thunder durante o verão de 2016. O novo acordo adicionou US$ 9 milhões ao salário de 2016-2017 do atleta – o contrato foi de US$ 85,6 milhões. Com a partida de Kevin Durant, Westbrook levou seu jogo a outro nível e bateu o recorde da liga com dois dígitos em pontos, rebotes e assistências. Ele liderou a NBA em pontuação pela segunda vez em sua carreira durante a temporada 2016-2017. A marca Jordan, da Nike, lançou o segundo tênis para fora das quadras assinado por ele em 2016. O modelo é vendido por US$ 140.

  • 10º) Kylie Jenner
    Ganhos: US$ 41 milhões
    Idade: 20 anos

    Mais novo integrante da lista, Kylie Jenner ganha uma pequena fortuna com patrocínios, o reality show de sua família, uma empresa de cosméticos e uma linha de roupas.

  • 9º) Taylor Swift
    Ganhos: US$ 44 milhões
    Idade: 27 anos

    Depois de arrecadar US$ 170 milhões em 2016, principalmente de sua turnê “1989 World Tour”, a jovem cantora arrecada milhões mesmo em um ano mais calmo graças às vendas de suas músicas e a acordos com Keds, Apple e AT&T.

  • 8º) James Harden
    Ganhos: US$ 46,6 milhões
    Idade: 28 anos

    Os ganhos dentro das quadras de Harden foram impulsionados no verão de 2016, quando os Rockets renegociaram os últimos dois anos de seu contrato por US$ 118 milhões. O acordo acrescentou US$ 10 milhões ao salário de Harden na temporada 2016-2017. O jogador de basquete retribuiu aos Rockets com a melhor temporada de sua carreira, tornando-se o primeiro atleta da NBA a marcar 2 mil pontos e dar assistência em outros 2 mil. A Adidas fez de Harden um dos rostos de sua campanha da NBA quando assinou com o point guard um contrato de 13 anos em 2005, que lhe rendeu US$ 200 milhões. Seu estilo único fez dele um dos jogadores mais marqueteiros da NBA. Entre seus patrocinadores estão Locker, BodyArmor e NBA 2K.

  • 7º) Steph Curry
    Ganhos: US$ 47,3 milhões
    Idade: 29 anos

    Stephen Curry foi uma das maiores barganhas da NBA desde a assinatura de uma extensão de contrato de quatro anos em 2012. Seu salário de US$ 12,1 milhões para a temporada de 2016-2017 foi o 85º mais alto na liga. O novo acordo de barganha coletiva da NBA permite que os Warriors paguem a Curry mais de US$ 200 milhões ao longo de cinco anos. Seus ganhos fora das quadras quase triplicaram nos últimos 12 meses: ele assinou patrocínios com JPMorgan Chase, Brita, Vivo e PressPlay desde o fim de 2015, e suas retiradas provenientes da Under Armour saltaram graças a extensões contratuais e ao crescimento do negócio.

  • 5º) Rory McIlroy (empate)
    Ganhos: US$ 50 milhões
    Idade: 28 anos

    McIlroy venceu dois eventos durante os playoffs da PGA Tour, incluindo o Tour Championship e o FedEx Cup e levou os US$ 10 milhões que vêm com o troféu. O pagamento de oito dígitos impulsionou seus ganhos em campo para US$ 16 milhões entre junho de 2016 e junho de 2017. O jogador de golfe da Irlanda do Norte continua sendo uma estrela do marketing que ganha bem. A Nike assinou com ele uma extensão de contrato de dez anos para vestuário (a marca deixou o ramo de equipamentos de golfe em 2016). McIlroy assinou um contrato de longo prazo com a TaylorMade em 2017. Outros parceiros de patrocínio incluem Omega e Upper Deck. O astro substituiu Tiger Woods como o rosto do videogame de golfe da Electronic Arts em 2015.

  • 5º) Andrew Luck (empate)
    Ganhos: US$ 50 milhões
    Idade: 28 anos

    Os Colts seguraram seu quarterback em 2015 com uma extensão de contrato de cinco anos e US$ 123 milhões. O acordo incluiu um bônus de assinatura de US$ 32 milhões e fez de Luck o atleta mais bem pago da NFL com base em salário-médio (US$ 24,6 milhões) e dinheiro garantido (US$ 87 milhões). No início de sua carreira, o atleta evitou patrocínios além da Nike, mas agora tem contratos com TD Ameritrade, DirecTV, Panini e BodyArmor.

  • 4º) Kevin Durant
    Ganhos: US$ 60,6 milhões
    Idade: 29 anos

    Durant chocou o mundo do esporte quando deixou o Oklahoma City para assinar um contrato de dois anos com os Golden State Warriors na temporada de 2016-2017 (ele pode optar por desfazer o acordo depois de um ano). O jogador de basquete tem contratos de patrocínio com Nike, Beats, American family Insurance, BBVA, Sparkling Ice, Panini e NBA 2K.

  • 3º) Adele
    Ganhos: US$ 69 milhões
    Idade: 29 anos

    A cantora quebrou seu Grammy de Álbum do Ano na metade para dividi-lo com Beyoncé, mas os ganhos foram todos dela: apesar de ter recusado milhões em patrocínios ao longo dos anos, a britânica ainda ganha muito com turnês.

  • 2º) Justin Bieber
    Ganhos: US$ 83,5 milhões
    Idade: 23 anos

    O cantor canadense recebeu os maiores ganhos de sua carreira no último ano, impulsionados por 105 shows no período analisado. Ele também recebe de um contrato de patrocínio com a Calvin Klein e ícones da JustMoji.

  • 1º) The Weeknd
    Ganhos: US$ 92 milhões
    Idade: 27 anos

    O nativo de Toronto é agora uma das maiores estrelas do planeta, com 5,5 milhões de streams nos últimos dois anos e mais de US$ 1,1 bilhão por parada em seu “Starboy: Legend of the Fall World Tour”. “Os artistas não ganham mais dinheiro com música como nos tempos dourados”, disse a FORBES. “Não entra muito até você subir nos palcos.”

29º) Emma Stone (empate)
Ganhos: US$ 26 milhões
Idade: 29 anos

Os ganhos do musical “La La Land” formaram a maior parte dos ganhos da vencedora do Oscar. Ela interpretou a aspirante a atriz e barista Mia no filme, que arrecadou US$ 445,3 milhões nas bilheterias do mundo todo frente a um orçamento de produção de US$ 30 milhões.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo