10 celebridades latinas mais bem pagas de 2017

2017 foi o ano de Lionel Messi. O atacante do Barcelona fechou um novo contrato que o manterá no estádio Camp Nou na temporada 2020-2021. Se todo o bônus do jogador for pago no período, Messi poderá embolsar mais de US$ 130 milhões até o fim da campanha atual, o que, facilmente, tomaria a liderança do rival Cristiano Ronaldo na lista FORBES de jogadores de futebol mais bem pagos em 2018.

LEIA TAMBÉM: Os 25 atletas mais bem pagos de todos os tempos

O tempo dirá se o argentino vai alcançar o auge econômico da carreira, mas ele já garantiu seu lugar em outro ranking de FORBES. Messi é a celebridade latina mais bem paga, com ganhos de US$ 80 milhões no ano. Ele está em 14º lugar na lista Celebrity 100, o ranking de FORBES dos 100 famosos mais ricos do mundo.

As estrelas latino-americanas ganharam juntas nos últimos 12 meses, antes do pagamento de impostos e taxas de administração, US$ 404,3 milhões. A lista inclui artistas que são nativos ou habitantes de países latinos e aqueles que têm descendência, mas vivem atualmente nos Estados Unidos.

Veja, na galeria de fotos a seguir, as estrelas latinas mais bem pagas do ano:

  • 10) Robinson Cano – US$ 26,6 milhões

    O contrato de US$ 240 milhões do jogador de beisebol com o Seattle Mariners rende US$ 24 milhões anualmente. Ele é o primeiro cliente da Roc Nations Sports, agência de esportes do rapper Jay Z. Cano é uma das estrelas com mais campanhas de marketing e possui parceria com marcas como New Balance, Sparkling ICE, HTC e Skullcandy, entre outras. A fundação do atleta, a RC22, abriu uma instituição chamada RC22 Dream School em 2015 para crianças carentes na República Dominicana, seu país de origem.

  • 9) Albert Pujols – US$ 27,3 milhões

    O jogador dominicano de beisebol assinou um contrato de US$ 240 milhões com o Los Angeles Angels e, desde a temporada de 2012, seu salário aumenta mais a cada ano. Começou com US$ 12 milhões, cresce US$ 1 milhão anualmente e chegará a US$ 30 milhões em 2021. O contrato inclui bônus de US$ 3 milhões para 3.000 rebatidas e US$ 7 milhões pelo recorde de 763 “home runs”. Pujols iniciou a temporada de 2016 com 2.825 e 591, respectivamente.

  • 8) Miguel Cabrera – US$ 30,3 milhões

    O venezuelano é, desde o início da carreira, um dos melhores batedores no beisebol. Cabrera foi nomeado como All-Star 11 vezes e ganhou o troféu Silver Slugger sete, além de conquistar dois títulos de MVP, o AL Triple Crown e, até mesmo, o prêmio World Series em 2003, enquanto ainda era novato no esporte. O jogador assinou um contrato de oito anos no valor de US$ 248 milhões em 2016, acordo elevou seu salário para US$ 28 milhões em 2017. As parcerias com marcas incluem Wilson, Oakley, Topps, Panini, Franklin, Detroit City Sports, ProCamps e Zepp.

  • 7) Carmelo Anthony – US$ 32,5 milhões

    O ano do jogador de basquete foi turbulento devido aos constantes rumores de trocas e das críticas do presidente do New York Knicks, Phil Jackson. Anthony ainda tem dois anos restantes do contrato de US$ 124 milhões, válido por cinco anos, que assinou com o Oklahoma City Thunder. Ele também abriu a própria empresa de capitais, a M7 Tech Partners, em 2014. O atleta lançou um tênis, Melo M13, com a marca Jordan em parceria com a Nike, além de ter acordos com Haute Time, Panini, Draft Kings, Samsung e Gillette, entre outras grifes.

  • 6) Neymar – US$ 37 milhões

    A estrela brasileira assinou recentemente um contrato de cinco anos com o Paris Saint-Germain por meio do qual irá embolsar cerca de US$ 350 milhões em salários. Neymar é o único jogador de futebol a ganhar mais dinheiro fora do que dentro de campo: com apenas 25 anos tem parcerias com Nike, Gillette, Panasonic e Beats by Dre. Ele foi o primeiro atleta de futebol de campo a ter o próprio tênis personalizado Air Jordan feito pela Swoosh.

  • 5) Jennifer Lopez – US$ 38 milhões

    A cantora, filha de imigrantes porto-riquenhos, está produzindo um novo programa de televisão, batizado de “World of Dance”, do qual será produtora executiva e jurada de uma competição de dança.

  • 4) Bruno Mars – US$ 39 milhões

    “Sinto que estou só começando”, contou Bruno em entrevista a FORBES anos atrás. Agora, depois de ganhar múltiplos Emmys e milhões de dólares, percebe-se que o cantor de descendência porto-riquenha estava certo.

  • 3) Sofia Vergara – US$ 41,5 milhões

    A única atriz na lista Celebrity 100 deste ano é muito mais do que a personagem Gloria na série de televisão “Modern Family”. A estrela colombiana tem parcerias lucrativas com SharkNinja e Coffee and Room To Go, além de ter um dos perfumes criados por celebridades mais vendidos do mundo.

  • 2) Louis C.K. – US$ 52 milhões

    Com a pausa da série “Louie” e o pouco lucrativo “Horace and Pete”, o comediante descendente de mexicanos deve toda a sua fortuna anual ao Netflix. Louis assinou um contrato com o serviço de streaming para dois especiais de stand-up.

  • 1) Lionel Messi – US$ 80 milhões

    O esportista, que marcou 53 gols na Liga Espanhola e deu assistência a outros 16, está para ter o contrato estendido. Messi já rejeitou uma proposta e afirma que irá continuar no Barcelona. O jogador argentino renovou a lucrativa parceria com a Adidas, responsável por metade dos US$ 27 milhões recebidos por ele em patrocínios. O endosso se tornou ainda mais importante depois do fim do acordo de Messi com a EA Sports, apesar de a imagem dele ter sido usada quatro vezes como capa do jogo Fifa.

10) Robinson Cano – US$ 26,6 milhões

O contrato de US$ 240 milhões do jogador de beisebol com o Seattle Mariners rende US$ 24 milhões anualmente. Ele é o primeiro cliente da Roc Nations Sports, agência de esportes do rapper Jay Z. Cano é uma das estrelas com mais campanhas de marketing e possui parceria com marcas como New Balance, Sparkling ICE, HTC e Skullcandy, entre outras. A fundação do atleta, a RC22, abriu uma instituição chamada RC22 Dream School em 2015 para crianças carentes na República Dominicana, seu país de origem.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).