Carreira

Países que mais – e menos – atraíram trabalhadores estrangeiros em 2017

Muita gente à procura de emprego olha além da fronteira de seu próprio país em busca de oportunidades que levem, de fato, a grandes mudanças. Mas quais são os países que mais atraem a atenção dos candidatos?

LEIA MAIS: 3 técnicas para ser bem-sucedido no trabalho

Para descobrir, a Indeed.com, plataforma online de empregos que opera em 60 países e atrai 200 milhões de visitantes por mês, fez um levantamento que levou em consideração os locais exatos buscados pelos profissionais. O resultado revelou quais, das 49 nações que participaram da pesquisa, estavam sendo mais – e menos – procuradas entre abril e setembro deste ano por candidatos não-nativos.

O país que atraiu a maior porcentagem de candidatos a emprego foi os Estados Unidos, com 37,3% do total de buscas feitas por profissionais de outras nações. O índice é 7,6% maior que o de 2016.

A segunda localidade mais popular entre os profissionais foi o Reino Unido, que atraiu 10,5% de todas as buscas, número abaixo dos 12,6% reportados no ano passado. O Canadá, com 6,89%, foi o terceiro da lista e também apresentou redução (2,6%) na comparação com 2016.

Entre os países que menos atraíram a atenção dos candidatos interessados em trabalhar fora da sua terra natal, Israel ocupa a primeira posição: apenas 0,05% de estrangeiros buscaram vagas por lá. Na sequência estão Venezuela, com 0,06%, e Grécia, com 0,08%.

VEJA MAIS: 5 melhores – e piores – países para mulheres em 2017

O levantamento também revelou os países onde mais candidatos não-nativos buscam por oportunidades fora. Em Omã, localidade com pouco mais de 4,7 milhões de habitantes localizado na Península Arábica, perto do Golfo Pérsico, 57,5% dos candidatos estão nessa condição. Na sequência estão Kuwait e Venezuela, ambos com 47%. Em contrapartida, no Japão apenas 0,7% dos candidatos pensam em trabalhar no exterior. Na segunda e terceira posição aparecem, respectivamente, Brasil, com 2,68%, e Estados Unidos, com 2,96%.

Veja, a seguir, os 10 países que mais atraíram candidatos estrangeiros em 2017:

  • 1. Estados Unidos

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 37,3%

  • 2. Reino Unido

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 10,5%

  • 3. Canadá

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 6,9%

  • 4. México

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 3,6%

  • 5. Austrália

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 3,4%

  • 6. Alemanha

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 3,3%

  • 7. Suíça

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 3,1%

  • 8. Emirados Árabes Unidos

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 2,9%

  • 9. França

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 2,6%

  • 10. Espanha

    Porcentagem de candidatos não-nativos: 2,5%

1. Estados Unidos

Porcentagem de candidatos não-nativos: 37,3%

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo