As 11 pessoas mais ricas do mundo em criptomoedas

No mundo das criptomoedas, fortunas podem ser construídas da noite para o dia. Talvez por isso, o perfil dos vencedores dessa loteria digital é diferente do perfil das pessoas que acumulam patrimônio graças a fontes de riqueza mais tradicionais. O início sombrio, talvez um pouco anárquico, utópico e libertário, atraiu uma estranha mistura de pioneiros – de criminosos e “mineiros” do mundo virtual a visionários profissionais das finanças do Vale do Silício, além de uma quantidade maior do que a normal de curiosos sortudos.

VEJA TAMBÉM: Homem viaja pelo mundo com US$ 25 milhões ganhos com bitcoins

Nesse universo de opacidade e hiper volatilidade, FORBES apresenta seu primeiro ranking das pessoas com o maior patrimônio líquido em criptomoedas. Os números são baseados em estimativas de propriedade de criptomoedas e nos lucros (depois do pagamento de impostos) da venda de ativos e de participações em negócios com a moeda em valores de 19 de janeiro de 2018.

Existe, certamente, uma grande possibilidade de a lista ter deixado de fora algumas pessoas e de algumas das estimativas não estarem corretas. Também foi assim quando FORBES lançou sua primeira lista dos 400 norte-americanos mais ricos, em 1982.

Veja, na galeria de fotos, as 11 pessoas mais ricas em criptomoedas:

  • 1º) Chris Larsen
    Cofundador da Ripple
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 7,5 bilhões e US$ 8 bilhões
    Idade: 57 anos

    Larsen é diretor executivo e ex-CEO da Ripple, que facilita pagamentos internacionais para bancos utilizando tecnologia de blockchain. Ele, pessoalmente, detém 5,2 bilhões de XRP, o token lançado pela Ripple, e a Ripple em si controla mais de 61 bilhões de XRP, um conjunto que vale US$ 95 bilhões.

  • 2º) Joseph Lubin
    Cofundador da Ethereum
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 1 bilhão e US$ 5 bilhões
    Idade: 53 anos

    O ex-executivo do Goldman Sachs nativo de Toronto fundou a plataforma de blockchain Ethereum e a ConsenSys, um gigante de 600 funcionários em 28 países que ajudou a lançar cripto empresas novas ou criar empresas derivadas e tokens, além de ter prestado consultoria para a Microsoft.

  • 3º) Changpeng Zhao
    CEO da Binance
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 1,1 bilhão e US$ 2 bilhões
    Idade: 41 anos

    Em menos de sete meses, Zhao, que é conhecido como “CZ”, criou a maior casa de câmbio de mundo, a Binance. Enquanto chegava ao marco de 6 milhões de usuários, CZ moveu suas operações para três países diferentes para ficar à frente de regulamentações que poderiam prejudicar seu negócio.

  • 4º) Cameron e Tyler Winklevoss
    Cofundadores da Winklevoss Capital
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 900 milhões e US$ 1,1 bilhão
    Idade: 36 anos

    Tyler e seu irmão gêmeo, Cameron, ganharam, até então, um dos maiores retornos financeiros na história norte-americana. Eles compraram bitcoins quando poucas pessoas conheciam a moeda, em 2012, e se mantiveram firmes. Além disso, criaram uma casa de câmbio de criptomoedas em Nova York que, recentemente, processou US$ 300 milhões em transações diárias.

  • 6º) Matthew Mellon (empate)
    Investidor individual
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 900 milhões e US$ 1 bilhão
    Idade: 54 anos

    Herdeiro de uma das maiores fortunas bancárias dos Estados Unidos, Mellon começou a explorar as criptomoedas há anos, apesar dos alertas de amigos e familiares. Ele foi um investidor inicial do XRP, o token lançado pela Ripple, que pretende criar tecnologia de blockchain para grandes bancos.

  • 6º) Brian Armstrong (empate)
    CEO da Coinbase
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 900 milhões e US$ 1 bilhão
    Idade: 35 anos

    Nessa corrida pelo ouro digital, Armstrong é a pessoa que está ganhando muito dinheiro vendendo as ferramentas. Ele fundou a Coinbase, o centro nervoso e ponto de entrada mais popular para o comércio de criptomoedas nos Estados Unidos em 2012.

  • 6º) Matthew Roszak (empate)
    Cofundador da Bloq e fundador da Tally Capital
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 900 milhões e US$ 1 bilhão
    Idade: 45 anos

    “Eu tive muita sorte muito cedo”, diz Roszak, que aprendeu sobre bitcoins em 2011 e participou das primeiras ofertas iniciais da moeda. Ele está sempre buscando novos adeptos – e diz que deu a Richard Branson e Bill Clinton seus primeiros bitcoins.

  • 9º) Anthony Di Iorio
    Cofundador da Ethereum e fundador da Jaxx e da Decentral
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 750 milhões e US$ 1 bilhão
    Idade: 43 anos

    Di Iorio colocou um pouco de dinheiro para fundar a plataforma de blockchain Ethereum e continuou a investir em múltiplos criptoativos. Sua estratégia: entrar cedo e, depois que os ativos crescerem e se nivelarem, colocar seus ganhos em outra moeda promissora.

  • 10º) Brock Pierce
    Presidente da Bitcoin Foundation e conselheiro da Block.one
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 700 milhões e US$ 1 bilhão
    Idade: 37 anos

    Ex-ator mirim, Pierce foi um pioneiro das moedas digitais, fundando dezenas de cripto empresas como a Mastercoin, a Coinbase e a Ethereum. Agora, ele diz que pretende doar US$ 1 bilhão para uma comunidade autônoma descentralizada operar em um blockchain.

  • 10º) Michael Novogratz (empate)
    CEO da Galaxy Digital
    Fortuna em criptomoedas: entre US$ 700 milhões e US$ 1 bilhão
    Idade: 53 anos

    Novogratz, um ex-bilionário e conhecido administrador de fundos hedge, parece ter conquistado uma elegante volta por cima. Ele começou a investir em criptomoedas em 2013 e saiu do Fortress Investment Group dois anos mais tarde para focar no setor.

1º) Chris Larsen
Cofundador da Ripple
Fortuna em criptomoedas: entre US$ 7,5 bilhões e US$ 8 bilhões
Idade: 57 anos

Larsen é diretor executivo e ex-CEO da Ripple, que facilita pagamentos internacionais para bancos utilizando tecnologia de blockchain. Ele, pessoalmente, detém 5,2 bilhões de XRP, o token lançado pela Ripple, e a Ripple em si controla mais de 61 bilhões de XRP, um conjunto que vale US$ 95 bilhões.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).