8 países com mais Títulos do Tesouro dos Estados Unidos

Segundo dados publicados pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, a China tem poder financeiro sobre a Casa Branca (iStock)

A nova política de tarifas sobre o aço e o alumínio que entraram em vigor na última sexta-feira (23), imposta pelo governo norte-americano, deixou a China de fora da lista de países isentos das novas barreiras comerciais. Em vez disso, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, propôs tarifas de até US$ 60 bilhões sobre as mercadorias chinesas que entram em território norte-americano, tratando o país como “inimigo econômico”.

LEIA MAIS: Trump libera Brasil, UE e mais cinco países de tarifas de importação de aço

A delicada relação comercial entre as duas potências já foi pauta para a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, que ponderou: “Como é possível ser duro com o seu banqueiro?”. De fato, segundo dados publicados pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, a China tem poder financeiro sobre a Casa Branca por ser a maior proprietária de Títulos do Tesouro do país. No último ano, os chineses conseguiram, ainda, aumentar esse poder.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 10 países com mais Títulos do Tesouro dos Estados Unidos:

  • 8) Luxemburgo

    Janeiro de 2017: US$ 218,9 bilhões
    Janeiro de 2018: US$ 220, 9 bilhões
    Parcela total: 3,5%

  • 6) Ilhas Cayman (empate)

    Janeiro de 2017: US$ 254,3 bilhões
    Janeiro de 2018: US$ 241,9 bilhões
    Parcela total: 3,9%

  • 6) Reino Unido (empate)

    Janeiro de 2017: US$ 214,1 bilhões
    Janeiro de 2018: US$ 243,3 bilhões
    Parcela total: 3,9%

  • 5) Suíça

    Janeiro de 2017: US$ 224 bilhões
    Janeiro de 2018: US$ 251,1 bilhões
    Parcela total: 4%

  • 4) Brasil

    Janeiro de 2017: US$ 257,7 bilhões
    Janeiro de 2018: US$ 265,7 bilhões
    Parcela total: 4,2%

  • 3) Irlanda

    Janeiro de 2017: US$ 293,7 bilhões
    Janeiro de 2018: US$ 327,5 bilhões
    Parcela total: 5,2%

  • 2) Japão

    Janeiro de 2017: US$ 1,1 trilhão
    Janeiro de 2018: US$ 1 trilhão
    Parcela total: 17%

  • 1) China

    Janeiro de 2017: US$ 1,05 trilhão
    Janeiro de 2018: US$ 1,16 trilhão
    Parcela total: 18,7%

8) Luxemburgo

Janeiro de 2017: US$ 218,9 bilhões
Janeiro de 2018: US$ 220, 9 bilhões
Parcela total: 3,5%

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).