10 cidades com os custos de vida mais altos do mundo

iStock
Singapura é a cidade mais cara do mundo pelo 5º ano consecutivo. (iStock)

A pesquisa Worldwide Cost of Living, da unidade de inteligência da publicação “The Economist”, nomeou Singapura como a cidade mais cara do mundo pelo 5º ano consecutivo.

VEJA TAMBÉM: Os 20 países onde as pessoas são mais felizes

Ao usar como referência Nova York, a pesquisa comparou o preço de mais de 150 itens em 133 cidades diferentes. Singapura acumulou 116 pontos, o que significa que é 16% mais cara do que a Big Apple. Três outras cidades na região da Ásia-Pacífico estão entre as dez mais caras do mundo – Hong Kong, Seul e Sydney – graças à expansão econômica regional que elevou os custos.

Muitas cidades europeias permanecem entre os lugares mais caros do mundo para se viver, com Paris, Zurique, Oslo, Genebra e Copenhague presentes do Top 10. Nos Estados Unidos, o custo de vida caiu levemente, resultando na saída de Nova York e Los Angeles das dez primeiras posições. Israel também é conhecida por seus altos custos e Tel Aviv é a única cidade do Oriente Médio no Top 10, com 102 pontos.

Veja, na galeria de fotos, as 10 cidades com os mais altos custos de vida:

  • 10º) Sydney (Austrália)
    Pontuação: 102

  • 9º) Tel Aviv (Israel)
    Pontuação: 103

  • 8º) Copenhague (Dinamarca)
    Pontuação: 105

  • 6º) Seul (Coreia do Sul) (empate)
    Pontuação: 106

  • 6º) Genebra (Suíça) (empate)
    Pontuação: 106

  • 5º) Oslo (Noruega)
    Pontuação: 107

  • 4º) Hong Kong
    Pontuação: 111

  • 3º) Zurique (Suíça)
    Pontuação: 112

  • 2º) Paris (França)
    Pontuação: 112

  • 1º) Singapura (Singapura)
    Pontuação: 116

10º) Sydney (Austrália)
Pontuação: 102

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).