Os 20 times de futebol mais valiosos do mundo

O futebol é mesmo um grande negócio. Em sua 15ª edição, a lista anual de FORBES dos times de futebol mais valiosos do mundo traz, pelo segundo ano consecutivo, o Manchester United no 1º lugar, com US$ 4,12 bilhões, mais do que os US$ 3,69 bilhões do ano passado. O clube gerou receita de US$ 737 milhões durante a temporada de 2016/2017 e quase o dobro do lucro operacional de qualquer outra equipe.

VEJA TAMBÉM: 10 atletas mais bem pagos do mundo em 2018

Os 20 times valem, em média, US$ 1,69 bilhão, 14% a mais do que no ano passado e 74% mais na comparação com 2013. A alta nos valores foi apoiada por um crescimento na receita. Os clubes do Top 20 arrecadaram uma média de US$ 428 milhões durante a temporada de 2016/2017, 40% a mais do que há cinco anos.

Logo atrás do Manchester United estão os dois gigantes espanhóis – Real Madrid (US$ 4,09 bilhões) e Barcelona (US$ 4,06 bilhões). Qualquer um deles pode, em breve, superar o número 1 – o primeiro por causa de sua performance incrível na Liga dos Campeões e o segundo devido à tremenda receita que seu estádio renovado deve gerar quando estiver pronto, em quatro anos.

O lucro operacional médio foi de US$ 84 milhões – uma alta histórica. As regras de Fair Play da UEFA ajudaram a transformar as finanças do futebol europeu. Durante a temporada de 2016/2017, apenas dois times – Roma (US$ 64 milhões) e Milan (US$ 10 milhões) – tiveram perdas. Já na de 2003/2004, sete dos 20 clubes mais valiosos tiveram perdas operacionais que totalizaram US$ 244 milhões. Quatro dos 10 times mais lucrativos do mundo são do futebol.

Todos os valores de receita e lucro operacional da lista correspondem à temporada de 2016/2017, convertidos em dólares com base nas taxas de câmbio médias para o mesmo período. O valor dos times são os valores da empresa (patrimônio líquido mais dívida líquida) e tem como base as taxas de câmbio de 18 de maio de 2018. Para compilar os valores, utilizamos primariamente os relatórios financeiros dos times, o relatório “Money League”, da Deloitte, e o “The Swiss Ramble”.

LEIA: 10 tenistas mais bem pagos da temporada 2018

Veja, na galeria de fotos abaixo, os 20 times de futebol mais valiosos do mundo:

  • 20º. Napoli
    Valor: US$ 471 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 24%
    Receita: US$ 219 milhões
    Lucro operacional: US$ 73 milhões

    O Napoli é um dos poucos clubes de futebol da Itália sem dívidas de longo prazo.

  • 19º. Leicester
    Valor: US$ 500 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 21%
    Receita: US$ 295 milhões
    Lucro operacional: US$ 112 milhões

    A receita de transmissão do Leicester mais do que dobrou durante a temporada de 2016/2017, para US$ 242 milhões.

  • 18º. Inter de Milão
    Valor: US$ 606 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 13%
    Receita: US$ 258 milhões
    Lucro operacional: US$ 62 milhões

    Ao longo das últimas duas temporadas, a receita comercial da Inter quase triplicou, para US$ 141,7 milhões.

  • 17º. Milan
    Valor: US$ 612 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: – 24%
    Receita: US$ 213 milhões
    Lucro operacional: US$ 10 milhões

    Em maio, o braço investigativo da UEFA, o Club Football Control Board, acusou o time de violação das regulamentações de fair play financeiro, em particular dos requerimentos de empate.

  • 16º. Roma
    Valor: US$ 618 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: – 9%
    Receita: US$ 191 milhões
    Lucro operacional: US$ 64 milhões

    A Roma assinou um patrocínio de três anos em abril de 2018 com a Qatar Airways, até 2021, que vale US$ 16 milhões anualmente.

  • 15º. Schalke 04
    Valor: US$ 707 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 12%
    Receita: US$ 251 milhões
    Lucro operacional: US$ 33 milhões

    A receita do Schalke cresceu muito devagar nos últimos anos, mas irá receber uma impulsão com o novo contrato de transmissão da Bundesliga que começou em 2017/2018.

  • 14º. West Ham
    Valor: US$ 754 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 9%
    Receita: US$ 232 milhões
    Lucro operacional: US$ 69 milhões

    A receita combinada comercial e de dias de jogo do West Ham foi de US$ 81 milhões durante a sua primeira temporada no London Stadium.

  • 13º. Atlético de Madri
    Valor: US$ 848 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 16%
    Receita: US$ 297 milhões
    Lucro operacional: US$ 38 milhões

    Em 2017, o Quantum Pacific Group investiu US$ 54 milhões em uma participação de 15% no Atlético de Madri.

  • 12º. Borussia Dortmund
    Valor: US$ 901 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 12%
    Receita: US$ 362 milhões
    Lucro operacional: US$ 95 milhões

    A receita comercial do Borussia Dortmund (US$ 161 milhões em 2016/2017) mal se moveu em dois anos.

  • 11º. Paris Saint-Germain
    Valor: US$ 971 milhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 16%
    Receita: US$ 529 milhões
    Lucro operacional: US$ 38 milhões

    Em agosto de 2017, o PSG pagou uma taxa de transferência recorde de US$ 242 milhões para o Barcelona pelo Neymar.

  • 10º. Tottenham
    Valor: US$ 1,24 bilhão
    Mudança em relação ao ano anterior: 17%
    Receita: US$ 387 milhões
    Lucro operacional: US$ 141 milhões

    O lar do clube na temporada de 2016/2017 foi o Wembley Stadium, pois o White Hart Lane foi demolido para abrir espaço para um novo estádio de US$ 1 bilhão no mesmo local.

  • 9º. Juventus
    Valor: US$ 1,47 bilhão
    Mudança em relação ao ano anterior: 17%
    Receita: US$ 442 milhões
    Lucro operacional: US$ 62 milhões

    A Juventus ganhou US$ 120 milhões por sua participação na Liga dos Campeões em 2016/2017, apesar de ter perdido para o Real Madrid na final.

  • 8º. Liverpool
    Valor: US$ 1,94 bilhão
    Mudança em relação ao ano anterior: 30%
    Receita: US$ 462 milhões
    Lucro operacional: US$ 93 milhões

    A receita do Liverpool quase dobrou desde 2010 e o lucro operacional cresceu mais de três vezes ao longo da temporada de 2016/2017.

  • 7º. Chelsea
    Valor: US$ 2,06 bilhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 12%
    Receita: US$ 466 milhões
    Lucro operacional: US$ 67 milhões

    Em janeiro de 2018, a renovação de US$ 1,2 bilhão do Stamford Bridge, estádio do Chelsea, recebeu uma impulsão quando o conselho do distrito de Hammersmith e Fulham concordou em utilizar poderes jurídicos para superar a interdição que ameaçava o projeto.

  • 6º. Arsenal
    Valor: US$ 2,24 bilhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 16%
    Receita: US$ 513 milhões
    Lucro operacional: US$ 178 milhões

    Em fevereiro, o Arsenal e a Emirates concordaram em estender por cinco anos seu contrato de patrocínio na camisa, que vale mais de US$ 250 milhões, até a temporada de 2023/2024.

  • 5º. Manchester City
    Valor: US$ 2,47 bilhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 19%
    Receita: US$ 575 milhões
    Lucro operacional: US$ 133 milhões

    O Manchester City arrecadou US$ 258 milhões em receita de transmissão durante a temporada de 2016/2017, o maior valor entre os times de futebol ingleses, e em 2017/2018 conquistou seu terceiro título da Premier League em sete temporadas.

  • 4º. Bayern de Munique
    Valor: US$ 3,06 bilhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 13%
    Receita: US$ 640 milhões
    Lucro operacional: US$ 105 milhões

    O Bayern de Munique gerou US$ 374 milhões em receita comercial durante a temporada de 2016/2017.

  • 3º. Barcelona
    Valor: US$ 4,06 bilhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 12%
    Receita: US$ 706 milhões
    Lucro operacional: US$ 111 milhões

    Em abril de 2018, o Barcelona recebeu aprovação do governo local para uma renovação de US$ 650 milhões do Camp Nou e da área ao redor do estádio.

  • 2º. Real Madrid
    Valor: US$ 4,09 bilhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 14%
    Receita: US$ 753 milhões
    Lucro operacional: US$ 94 milhões

    A receita do Real Madrid cresceu em uma média anual de 11% desde 2000, impulsionada por um sucesso histórico na Liga dos Campeões.

  • 1º. Manchester United
    Valor: US$ 4,12 bilhões
    Mudança em relação ao ano anterior: 12%
    Receita: US$ 737 milhões
    Lucro operacional: US$ 254 milhões

    O Manchester United gerou US$ 354 milhões em receita comercial durante a temporada de 2016/2017, o valor mais alto entre os times de futebol ingleses.

20º. Napoli
Valor: US$ 471 milhões
Mudança em relação ao ano anterior: 24%
Receita: US$ 219 milhões
Lucro operacional: US$ 73 milhões

O Napoli é um dos poucos clubes de futebol da Itália sem dívidas de longo prazo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).