Negócios

Criador do Minecraft pode se tornar bilionário após venda para Microsoft

Jogar videogame pode fazer dinheiro e, como Markus “Notch” Persson descobriu, ele pode fazer de você um bilionário. O jogador de 35 anos, criador do popular jogo de vídeogame “Minecraft” e co-fundador da empresa de jogos Mojang é agora parte do clube das pessoas com fortuna de 10 dígitos, depois de relatos recentes sugerirem que a empresa de jogos sueco está em negociações para vender para a Microsoft por US$ 2 bilhões.

De acordo com uma história do Wall Street Journal, Persson está em processo de negociação de venda com que a gigante americana de software, em um acordo que poderia ser finalizado até o final de setembro. Com base em avaliações particulares da Mojang, a FORBES estima que o desenvolvedor de software sueco seja o mais novo bilionário do mercado de jogos do mundo.

Mais conhecido no mundo dos jogos por seu apelido “Notch”, Persson começou sua carreira como desenvolvedor de software e passou quatro anos na empresa que desenvolveu o Candy Crush, King Digital Entertainment, antes de sair para começar a sua própria empresa. De acordo com postagens no Reddit, Persson disse que cresceu em uma “família relativamente pobre” e só começou a ganhar a vida quando ele tornou sua paixão pela programação e jogos em um trabalho real. Ele desenvolveu “Minecraft” e lançou como uma demo em 2009, antes de fundar a Mojang em 2010 com Jakob Porsér e o CEO Carl Manneh.

“Quando consegui um emprego descente, eu nunca mais tive de me preocupar com dinheiro”, contou Persson. “Agora, do nada, como resultado da maneira como as pessoas trabalham hoje em dia, eu encontrei uma maneira de conseguir ganhar muito dinheiro”.

Crescendo como um hacker e programador de jogos, Persson disse on-line que o sucesso não mudou muito quem ele é e que ele gasta grande parte de seu dinheiro em material de informática e viagens. Em 2013, ele deu mais de US$ 3 milhões em dividendos da empresa para os funcionários. Persson também usou alguns de seus lucros para comprar o apartamento mais caro de Estocolmo em junho, e no ano passado convidou os trabalhadores da Mojang para um fim de semanade luxo em Monte Carlo.

Topo