Negócios

“No Brasil, vivemos o melhor dos mundos”, afirma presidente do Outback

Desde 1988 no Brasil, o libanês Salim Maroum é o nome por trás do sucesso da rede Outback Steakhouse no país. O restaurante informal, construído e decorado em estilo que remete ao interior da Austrália, deve encerrar 2014 com 64 unidades em operação no Brasil. “Nos últimos cinco anos, crescemos 20% ao ano, um aumento orgânico, sem contar a adição de novas lojas”, explica ele, que é presidente do negócio no Brasil e um apaixonado pelo país.

O segredo para tamanho avanço, explica, é a combinação de produto-qualidade-serviço dentro do conceito batizado de affordable luxury (luxo acessível). O tíquete médio do Outback hoje gira em torno de R$ 47, R$ 48 e o ícone da casa é a cebola à milanesa (bloomin’onion). Mas e a crise? Esvaziou os restaurantes? Não, explica Maroum, que define o Brasil como “o melhor país do mundo e um dos melhores endereços para se trabalhar”. Principalmente no ramo alimentar, destaca. “Eu que opero comida, olho para o Bric e te digo que vivemos no melhor dos mundos. O Brasil fornece tudo que precisamos. Na Rússia temos que importar, na Índia não tem nada e na China é pior ainda. Quem sabe se planejar e executar, encontra grandes oportunidades para crescer no Brasil.” E lembra: em 2008, quando o mundo desabava, foi o mercado interno que salvou o país. “Hoje, ninguém lembra disso.”

E há muito mercado interno para se explorar, principalmente no momento em que o brasileiro nunca comeu tanto fora de casa. Pertencente ao mesmo grupo do Outback, a rede americana Carrabba’s Italian Grill pode vir ao Brasil. “Cogitamos trazer, não há nada definido ainda”, antecipa Maroum. A marca só não veio antes porque, como explica o próprio executivo, é preciso trabalhar uma bandeira de cada vez. “A gente não pode adorar dois deuses em uma mesma igreja”, ensina. Mas o Brasil, como ele bem sabe, tem várias religiões.

Desconhecido por aqui, o Carrabba’s Italian Grill nasceu em Houston, no Texas, em 1986, pelas mãos de Johnny Carrabba e Damian Mandola, ambos de famílias com vasta experiência no ramo alimentício e de descendência italiana. Em 1993, uma joint-venture com a companhia dona do Outback foi formada, o que resultou na total aquisição da rede italiana dois anos depois. Hoje, a rede Carrabba’s tem 200 restaurantes em operação nos Estados Unidos.

Topo