Negócios

Line cria serviço de mensagem instantânea para conectar empresas e clientes

A empresa de mensagens instantânea mais popular do Japão inovou na comunicação entre marcas e clientes. Segundo o site TechCrunch, a extensão do Line, o Line@, é focado exclusivamente na troca de mensagens entre consumidores e as empresas.

O app está disponível para iOS e Android. O serviço em si é gratuito, mas opera de maneira limitada. A taxa cobrada para que as empresas se tornem “pesquisáveis” pelos usuários é de US$ 24 (cerca de R$ 68) no primeiro ano de uso e US$ 12 (cerca de R$ 34) nos anos seguintes. Além disso, a versão free permite enviar apenas mil mensagens, sendo necessário pagar US$ 0,01 por mensagem extra ou comprar pacotes de 50 mensagens por US$ 50 (cerca de R$ 141) mensalmente.

Uma das diferenças do aplicativo popular Line, que possui 170 milhões de usuários ao redor do mundo, é que ele permite que as empresas publiquem conteúdo em uma espécie de linha do tempo. Outro aspecto é que, mesmo que o foco seja o mundo corporativo, quem já tem o Line pode apenas acrescentar o Line@ e continuar falando com amigos em redes de contatos separadas.

O Line@ também possui uma adaptação para computador, com adicionais como enquetes.  A novidade está disponível em todo o mundo, com exceção da China. Pode ser acessado em 14 línguas, incluindo inglês, francês, coreano, japonês, russo e até tailandês.

Vale dizer que, antes do lançamento, já existia a possibilidade de usar uma conta corporativa no aplicativo Line, mas custava centenas de dólares às empresas, por isso não era muito utilizada.

Reprodução/TechCrunch

Reprodução/TechCrunch

Reprodução/TechCrunch

Reprodução/TechCrunch

Topo