Adolescente cria app para desenvolvimento de jogos mobile

Uma das tendências mais interessantes nos jogos mobile são os games virais, como “Flappy Bird” e “Timberman”. O usuário leva segundos para aprender a usá-los, dias para dominá-los e são praticamente descartáveis quando a febre acaba. Melhor de tudo: os downloads geralmente são grátis ou custam alguns trocados. É exatamente o tipo de empreendimento que faz as outras pessoas pensarem: “Eu poderia ter feito algo assim”.

Por quase dois anos, o jovem de 18 anos Chris Galzerano concentrou-se na criação do Playr, um aplicativo que desenvolve este tipo de joguinho da maneira mais simples possível. Aliás, “desenvolver” é uma palavra muito forte: o app funciona diretamente no smartphone e o usuário pode escolher entre cinco modelos comuns, como Doodle Jump.

Após escolher o modelo, é possível editar a maioria das características do jogo, como as imagens, as cores e o som que toca durante a partida. Toda a produção demora apenas alguns minutos e desde o inicio, o game fica disponível em uma rede social dentro do app que lista os melhores jogos e permite que os usuários conversem entre si.

Caso os cinco modelos padrões não agradem, é possível escolher mais cinco adicionais pagando US$ 1 ou juntando pontos nos jogos dos outros usuários. Galzerano descreve seu app como algo parecido ao Vine: uma ferramenta engenhosamente simples para que as pessoas criem experiências curtas, mas divertidas.

Mais de 12.000 já fizeram download do Playr e mais de 13.000 jogos já foram criados. O app está disponível apenas para iOS.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).