Danilo Gentili vai abrir clube de comédia em Orlando, nos EUA

Um dos apresentadores e comediantes de maior sucesso atualmente no Brasil está de malas prontas para os Estados Unidos. Danilo Gentili, que comanda o talk show “The Noite”, no SBT, irá abrir um clube de comédia em Orlando, na Flórida. A casa será destinada aos brasileiros que visitam ou moram na cidade.

“A ideia de abrir um clube de comédia nos Estados Unidos surgiu em 2009, durante minha primeira visita ao país”, conta Gentili. “Fui a Orlando visitar os parques de diversão, mas como não falo inglês muito bem, percebi que há poucas opções para sair à noite para brasileiros como eu. Tudo lá é para quem entende a língua. Desde então, venho guardando dinheiro e trabalhando neste projeto de uma casa de comédia para brasileiros.”

Gentili tem uma boa razão para querer fazer negócios nos EUA. De acordo com os dados mais atualizados do Departamento de Comércio norte-americano, os brasileiros gastaram US$ 10,5 bilhões (cerca de R$ 34,3 bilhões) no país em 2013, um aumento de 13% em relação ao ano anterior. Desde 2004, este numero subiu mais de 560% e o Brasil é o quinto país do mundo que mais visita os EUA; só em 2013, foram 2,06 milhões de turistas.

Além disso, o número de brasileiros da classe alta procurando por imóveis na Florida, em cidades como Miami e Orlando, aumentou muito nos últimos meses graças ao descontentamento com a gestão de Dilma Rousseff. Em 2014, o governo norte-americano emitiu 1,1 milhão de vistos para os turistas tupiniquins, um aumento de 6% em relação ao ano anterior.

Gentili é uma das vozes mais fortes contra Rousseff e o PT na mídia, o que o rendeu um lugar de destaque na listra negra de jornalistas e pensadores simpatizantes do partido. Além de seu bem-sucedido talk show, o paulista tem mais de 9,29 milhões de seguidores no Twitter, 1,2 milhões no Instagram e mais de 10,9 milhões de pessoas em sua página no Facebook. Gentili foi escolhido por FORBES Brasil como uma das celebridades mais importantes do país no ano passado.

Gentili conta que montar uma empresa no EUA é muito mais fácil do que no Brasil. “Posso lhe garantir que mesmo com o dólar mais alto em anos, eu e meus parceiros encontramos um lugar muito mais amigável e seguro para fazer negócios”, diz. “O país nos recebeu de braços abertos, de uma maneira que não é comum no Brasil”.

Uma recente pesquisa feita pela empresa britânica de serviços reguladores TMF Group ranqueou o Brasil como o pior país para abrir um negócio entre outras 81 nações. De acordo com o Banco Mundial, leva-se 84 dias e mais de 13 processos regulatórios para legalizar uma empresa brasileira. Nos EUA, este tempo pode ser diminuído para seis dias.

O empreendimento de Gentili, que vai receber o nome de “The Comedy Club” (O Clube da Comédia, em tradução livre), terá 501 m² e capacidade para 200 pessoas. A inauguração está prevista para o segundo semestre de 2015. O clube fica estrategicamente localizado perto do Universal’s Universal Studios e do Wet’n’Wild Orlando, dois dos destinos mais populares entre os turistas brasileiros. Os parceiros de Gentili são o comediante Diogo Portugal e Robson Leiva, empresário licenciado pela Universidade Harvard e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Gentili, que já é parceiro do clube de comédia “Comedians”, em São Paulo, faz uma participação no filme “Super Pai”, filme em cartaz nos cinemas brasileiros que já foi visto por mais de 1,2 milhões de pessoas. Em 2013, o comediante assinou um contrato de US$ 4 milhões (cerca de R$ 13 milhões) com o canal SBT. Ele também produz e estrela um seriado nos canais FOX e FX. Além disso, já comandou diversos especiais no canal Comedy Central Brasil.

Gentili espera ampliar o publico de seu clube em Orlando com outras nacionalidades latinas, a tempo de faturar com o mercado hispânico, que movimenta mais de US$ 1 trilhão anualmente nos EUA. O empresário também quer fortalecer sua marca dentro do mercado norte-americano. “Enxergo o clube como o começo de algo importante dentro da comedia criado por brasileiros e direcionado aos americanos em geral”, conta.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).