Negócios

Startup planeja criar carros voadores com piloto automático no SXSW

Divulgação

Divulgação

Imagine poder chamar um avião pelo seu smartphone, assim como já é feito em aplicativos com serviços de táxi, por exemplo. Esse é o sonho do CEO da startup AeroMobil, Juraj Vaculik, que revelou o protótipo de um carro voador no ano passado.

A data de lançamento está prevista para 2017. Vaculik descreve o carro voador como uma “Ferrari com asas”. Durante conferência na South by Southwest, no Texas, EUA, o CEO também anunciou planos de lançar uma versão que dispense motoristas.

“A tecnologia necessária para o piloto automático já existe”, contou Vaculik para o site Mashable. “Existem sistemas para decolagem e aterrissagem automáticos e essas duas tecnologias podem trabalhar juntas.”

A AeroMobil ainda precisa conseguir uma aprovação para o carro voador sem piloto automático, por isso, discutir uma permissão para a versão automática ainda é cedo. Mas fundadores da empresa já pensam no design dos veículos.

O carro poderá voar de forma autônoma por até aproximadamente três horas, portanto, não servirá para uma viagem internacional. Serão quatro assentos e um sistema para o uso de paraquedas.
Um problema enfrentado por modelos de carro voadores é a possível necessidade de ir até o aeroporto. Para resolver o problema, os veículos da AeroMobil poderão decolar e aterrissar em qualquer tipo de solo. Vaculik planeja pistas de pouso fáceis de construir, que poderão ser implementadas em avenidas para que os carros voadores possam aderir ao tráfego normal.

A ideia de o veículo automático funcionar como um táxi e poder ser chamado por meio de um aplicativo para smartphone também está distante. Além dos problemas com regulamentação, muitas pessoas terão de confiar em um carro voador sem piloto.

Topo