Negócios

Empresa australiana será a primeira a exportar maconha legalmente

iStock

iStock

A Austrália será o primeiro país a exportar oficial de maconha no mundo! Embora a erva não seja legalizada por lá, a empresa AusCann conseguiu achar uma brecha na lei para exportar maconha medicinal para outros lugares do mundo.

A companhia está plantando na Norfolk Island, território que tem governo próprio, e garante a licença para exportar maconha. Agora, a AusCann poderá exportar a erva de alta qualidade para o Canadá, de acordo com a Australian Associed Press.

Os planos da companhia são de começar a plantação em novembro para que em maio de 2016 mandar a primeira tonelada ao Canadá. A previsão é de que em 2018 sejam 10 toneladas de maconha. De acordo com a Fairfax Media, a AusCann tem um lugar seguro para fazer o plantio e não poderia fazer no Canadá por causa das baixas temperaturas.

O tipo de maconha plantada pela empresa é conhecido como Sativa, que tem química o suficiente para mudar seus níveis para se adequar a determinada doença.

Porém, a empresa tem um problema a enfrentar antes de começar a entregar a droga. Em 2014, uma empresa chamada TasCann, que tem os mesmos diretores e presidentes que a AusCann,  tentou realizar a mesma operação, mas o governo australiano anulou a aprovação por motivos de segurança. Entretanto, o presidente da empresa, Mal Washer, disse a Australian Associed Press que ficará chocado que a autorização for revogada e afirmou que a AusCann tem o apoio do governo de Norfolk Island, porque o negócio beneficiará a economia.

Comentários
Topo