Negócios

Após acordo nuclear, Apple e GE devem chegar ao Irã

iStock

iStock

Na manhã desta terça-feira (14), representantes de lideranças mundiais anunciaram um acordo nuclear histórico envolvendo o Irã. Nele, o país do Oriente Médio se comprometeu a limitar a produção atômica e, em troca, os Estados Unidos garantiram que suspenderão qualquer tipo de sanção econômica internacional.

Com este acordo, a Apple e a General Electric devem finalmente chegar ao mercado iraniano. De acordo com o The Wall Street Journal, em outubro de 2014 as duas companhias começaram contato com o país.

MAIS: Crise financeira aumenta compra de computadores Mac na Grécia

No entanto, as empresas não podem vender seus produtos ao Irã imediatamente. O país precisa cumprir certas exigências antes que as sansões sejam suspensas e ainda não se sabe quando isso acontecerá.

O acordo poderia descongelar mais de US$ 100 bilhões iranianos em bancos estrangeiros. Esse valor aumentaria o poder de compra do país e atrairia outras empresas interessadas em levar seus produtos ao mercado iraniano.

Comentários
Topo