Negócios

Empresa na Califórnia lança serviço de entrega de maconha

Divulgação

Divulgação

A Potbox lançou um serviço de entrega de maconha por assinatura. Apesar de este tipo de negócio não ser inovador, sem dúvida o oferecido pela empresa é o mais chique até agora. De acordo com a companhia californiana, cannabis da mais alta qualidade e plantada corretamente é entregue mensalmente a seus clientes.

Como o uso da droga não é legal para fins recreativos na maioria dos estados americanos, os assinantes do Potbox têm de ser registrados como pacientes de maconha medicinal, o que não é exatamente um problema. Inicialmente, as entregas são feitas em San Francisco, mas já existem tentativas para atender algumas áreas de Los Angeles.

VEJA TAMBÉM: Empresa australiana será a primeira a exportar maconha legalmente

Só há um modelo de pacote, que custa US$ 149,95 (aproximadamente R$ 477) e vem com dois tipos de maconha e dois cigarros já prontos. Um representante da marca disse ao site “Mashable” que, no total, os pacotes têm 10 gramas da droga. Um serviço parecido, chamado Marvina, custa US$ 95 (R$ 300) por 7 gramas.

A Potbox orgulha-se da qualidade de seu produto e da maneira como a maconha é produzida. Ela é plantada em três diferentes fazendas na região de Santa Cruz. Especialistas na droga selecionam a melhor parte da plantação para enviar aos clientes.

O objetivo da empresa é facilitar a compra de maconha, já que este é “um mercado muito amplo, cheio de confusão e informações equivocadas”. Por isso, a Potbox quer evitar frustrações e paranoias no processo de aquisição do produto.

Comentários
Topo