Negócios

Gol muda marca e recebe 100º avião diretamente da Boeing

Divulgação

Divulgação

A companhia aérea brasileira Gol, que detém 36,87% do mercado nacional de aviação, recebeu a 100ª aeronave de última geração de sua frota, um 737-800 da Boeing. O aparelho foi comprado diretamente da empresa dos EUA. Com ele, a Gol atingiu a marca de 140 aeronaves, parte dos quais foram adquiridos no mercado por meio de leasing. A aérea também inaugurou com este avião sua nova identidade visual, criada pela agência AlmapBBDO. O novo logotipo mantém a tradicional cor laranja da marca, mas agora traz a imagem de elos entrelaçados para o O do nome da empresa.

Paulo Kakinoff, presidente da Gol, afirma a respeito: “Esta nova identidade visual representa tudo o que conquistamos até aqui e também uma nova fase da nossa trajetória, marcada pela tecnologia de ponta para atender às necessidades de nossos clientes”. O executivo ressalta, no entanto, que o foco da aérea em oferecer serviços de baixo custo permanece.

Quanto à aeronave, ela mantém a tradição da Gol de só trabalhar com aparelhos da Boeing. Todos os aviões da aérea são da linha 737 da fabricante americana. A Gol é hoje um dos maiores clientes mundiais da Boeing para este modelo de equipamento. Kakinoff adiantou que a companhia fez pedidos firmes de aviões da Boeing até 2023; em média, a Gol receberá 10 novas aeronaves por ano vindas de Everett (cidade americana onde fica a fábrica da Boeing). Ainda neste ano a Gol receberá mais dois aviões.

E ontem o conselho de administração da Gol aprovou um aumento de capital para a aérea no valor de R$ 461,3 milhões. Ele se dará via emissão de 64,1 milhões de ações preferenciais. Com isso, o capital da empresa atingirá R$ 3,08 bilhões.

Comentários
Topo