Negócios

LinkedIn diminui o número de e-mails para seus usuários

iStock

iStock

O LinkedIn é conhecido entre seus usuários por mandar e-mails demais, mas parece que a rede social percebeu seu erro: na última segunda-feira (27) a empresa anunciou que diminuirá o número de mensagens enviadas.

“Não estamos imunes às piadas que os apresentadores de televisão fazem”, escreveu Aatif Awan, diretor sênior de gestão de produtos do LinkedIn, no blog da empresa. “Nós entendemos. Recentemente, começamos a fazer mudanças para que os e-mails recebidos sejam menos frequentes e mais relevantes”, afirma.

VEJA TAMBÉM: Como criar uma boa reputação no LinkedIn 

Para cortar o número de notificações, a companhia agora manda apenas uma mensagem com todas as solicitações de conexão, em vez de várias. O mesmo acontece para quem está em muitos grupos: o LinkedIn junta todas as atualizações em um só e-mail.

Como resultado, a rede social diminuirá em 40% a quantidade de mensagens enviadas e pretendem que esse número seja ainda mais reduzido.

Comentários
Topo