Negócios

Brasil é o segundo maior mercado para a La Roche-Posay

Getty Images

Getty Images

Diz a lenda que, no século 14, o nobre Bertrand du Guesclin passava por La Roche-Posay, uma pequena aldeia no oeste da França, quando parou em uma espécie de “lago milagroso” para refrescar seu cavalo que sofria de eczema. Após molhar suas patas e beber a água, ele saiu de lá curado. Já em 1617, Pierre Milon, médico do rei Luís XIII, passou a viajar para a comuna a fim de estudar as propriedades curativas da água termal. Os comentários em torno de seu poder levaram Napoleão Bonaparte a inaugurar um hospital militar na cidade, com o intuito de ajudar suas tropas a recuperar as várias lesões de pele adquiridas no Egito.

Foi só em 1913 que a Academia Francesa de Medicina nomeou oficialmente La Roche-Posay como cidade termal, o que passou a atrair multidões de dermatologistas e pacientes. Até hoje, foram criadas cerca de 400.000 terapias à base da água local, que apresenta pH neutro e é rica em selênio (um mineral antioxidante que neutraliza os radicais livres). Por ano, cerca de 8.000 pacientes viajam para lá — alguns com tratamento pago pelo governo francês.

Neste ano, um negócio fundado em 1975 pelo farmacêutico francês René Levaye completa 40 anos. Trata-se do Laboratoires Pharmaceutiques La Roche-Posay, que nasceu para criar produtos para a pele sensível dos pacientes em tratamento. Hoje, os produtos da marca vendidos em farmácias de 50 paí­ses completa 15 anos de Brasil. “A operação brasileira é a mais importante depois da França”, revela Délio de Oliveira, diretor-geral da divisão de cosmética ativa da L’Oréal, dona da marca desde 1989.

Localmente, a La Roche é líder do mercado de dermocosméticos (cosméticos com comprovação científica) em valor e volume — categoria que cresce dois dígitos por ano, a exemplo do salto de 17,2% em 2014. Hoje, a marca está presente em 42 mil pontos de vendas dentre um total de 65 mil farmácias existentes no país. “Quintuplicamos de tamanho de 2005 a 2014”, conta Oliveira. Ao todo, a marca hoje tem 64 produtos à venda no Brasil — mais de 50% deles produzidos no país.

Os três mais vendidos são Anthelios (linha de protetores solares), Effaclar (linha para tratamento de peles oleosas ou acneicas) e Kerium (linha de cuidados com o cabelo e couro cabeludo). Todos os produtos da marca levam água termal e visam o tratamento, caso do recém-lançado Effaclar BB Blur, uma base em textura musse que uniformiza o tom da pele e promete controlar a oleosidade por nove horas.

Comentários
Topo