Negócios

Samsung dá aparelhos de graça por 30 dias para usuários do iPhone nos EUA

Getty Images

Getty Images

A Samsung criou uma promoção chamada “Ultimate Test Drive” para que usuários do iPhone nos Estados Unidos possam testar aparelhos da marca. Os interessados devem escolher entre os modelos Galaxy Note 5, Galaxy S6 Edge+ ou Galaxy S6 e podem ficar com o celular durante 30 dias por apenas US$ 1.

Para isso, no entanto, é preciso ter um smartphone da concorrente Apple e inscrever-se no site Samsungpromotions.com. “Por apenas US$ 1, você pode testar os smartphones mais novos da Samsung por um mês, sem obrigações. Seu kit de ‘test drive’ vem com um aparelho da sua escolha, um cartão SIM e um guia passo a passo para começar a usá-lo”, explica o site da promoção.

MAIS: Samsung tem queda no lucro pelo sétimo semestre consecutivo

A inscrição pede nome, data de nascimento, endereço e número de cartão de crédito. Caso o celular não seja devolvido no prazo correto, a pessoa paga o valor do modelo que testou. Também será cobrada uma taxa de US$ 100 caso o aparelho apresente danos na hora da devolução.

Por enquanto, a iniciativa é apenas para os Estados Unidos e inclui planos de dados com as companhias Verizon, AT&T, T-Mobile e Sprint.

LEIA TAMBÉM: Marca de luxo lança iPhone 6S antes da Apple por até US$ 200 mil

A Samsung e a Apple têm brigado pela liderança no mercado de smartphones há alguns anos. No último trimestre, a criadora do iPhone teve um crescimento de 39% em seu lucro em relação ao mesmo período do ano passado. Já a principal concorrenteregistrou uma queda para US$ 2,32 bilhões contra os US$ 3,71 bilhões do mesmo trimestre de 2014. Por causa desse “ambiente de negócios difícil”, a Samsung tem ajustado os preços de seus aparelhos.

O lançamento dos modelos Galaxy Note 5 e Galaxy S6 Edge+ foi outro movimento agressivo da empresa sul coreana. Normalmente, os novos Galaxy Note são anunciados pela companhia na conferência IFA, em setembro, depois do novo iPhone. Este ano, os dois aparelhos foram lançados nos Estados Unidos uma semana antes do modelo da Apple.

Comentários
Topo