Negócios

AB InBev, de Lemann, e SABMiller fazem a terceira maior fusão da história

Getty Images

Getty Images

Após semanas de negociação pública, a líder mundial do setor de cervejas, AB InBev, e a britânica SABMiller anunciaram, nesta terça-feira (13), a terceira maior fusão empresarial da história, que criará uma gigante global responsável pela venda de uma em cada três cervejas no mundo.

O acordo aconteceu depois que a SAB, dona da Miller Lite e da Peroni, aceitou a última oferta de compra da empresa de capital belga e brasileiro: £ 69 bilhões (US$ 106 bilhões), cerca de £ 44 (US$ 67) por ação.

VEJA TAMBÉM: Estados brasileiros com mais bilionários em 2015

De acordo com a AB InBev, que tem o bilionário Jorge Paulo Lemann como um dos principais acionistas, a fusão das multinacionais poderia criar uma receita anual de US$ 64 bilhões e lucros EBITDA, antes da dedução de impostos, de US$24 bilhões, o que supera as vendas da Coca-Cola e se iguala a Unilever e PepsiCo. Para a companhia, apenas a Nestle e a P&G poderiam superar a potencial produtora de bebida.

Além disso, ainda de acordo com o grupo, a união também aumentaria a exposição da marca em mercados emergentes, particularmente no continente africano, onde é esperado que o PIB cresça de forma considerável nos próximos anos.

RANKING: 20 maiores bilionários do Brasil

Se o valor da compra for adicionado à dívida da empresa, a SAB fica avaliada em quase £ 80 bilhões (cerca de US$ 122 bilhões).

“Dada a proporção dessa fusão, é possível afirmar que a nova companhia operaria em praticamente todos os principais mercados de cerveja do mundo, incluindo regiões com grandes perspectivas de crescimento, como a África, Ásia, América Central e América do Sul”, declarou a empresa, na semana passada, via comunicado.

Após uma série de propostas negadas pela SAB, a AB InBev vinha tentando novos acordos com a britânica desde setembro de 2014, quando a sua proposta inicial era de US$ 57 por ação. Para fechar o atual acordo a empresa de Lemann, teve de aumentar quatro vezes a sua oferta.

A SABMiller, com matriz em Londres, é a segunda maior do mundo e tem marcas como Coors Light, Miller Light, Blue Moon, Peroni, Nastro Azzurro e Grolsch. Foi criada em 2002, quando a South African Breweries adquiriu a Miller Brewing Company, a segunda maior empresa de cervejas dos Estados Unidos.

Uma transação entre as duas gigantes tem sido tema de especulação há anos. O maior acionista da AB InBev é a empresa de ativos privados brasileira 3G Capital, conhecida por adquirir negócios, baixar custos e buscar expansão global. Ainda esse ano, a 3G Capital, do trio de bilionários brasileiros Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Herrmann Telles estava por trás da fusão entre a Kraft e a Heinz.

FOTOS: Curiosidades sobre os bilionários brasileiros

Se a fusão acontecer como previsto, o novo grupo incluirá as marcas internacionais de cerveja Budwieser e Stella Artois, pertencentes à líder mundial do setor, e a Peroni, Pilsner Urquell e Grolsch, da SAB, segunda maior da indústria cervejeira.

Comentários
Topo