Negócios

Empresa lança serviço para levar companhias privadas ao espaço

Divulgação

Divulgação

As empresas que quiserem ir à lua têm, agora, uma caroninha. A companhia de voos espaciais Moon Express fechou um acordo de US$ 30 milhões com a fabricante de foguetes Rocket Lab para cinco potenciais idas à lua programadas a partir do início de 2017. Duas delas já estão agendadas. Isso pode fazer da empresa a pioneira, entre as instituições privadas, a pousar uma sonda na lua com sucesso.

“O espaço é [um ambiente] difícil e qualquer um que entre em uma missão como essa aprende a ser humilde rapidamente”, afirmou Bob Richards, CEO da Moon Express, ao portal Mashable. A companhia planeja testar vários lançamentos para ter certeza de que pode pousar com sucesso na lua sem danificar a espaçonave. Eles esperam que outras empresas e agências espaciais usem seu lançador MX-1 para levar experimentos científicos e outras ferramentas para a superfície lunar.

No entanto, a Moon Express ainda tem um caminho a percorrer antes de se arriscar num voo para a lua. A Rocket Lab está no processo de construir seu foguete Electron, um lançador desenhado para levar carregamentos relativamente pequenos a várias órbitas. A viagem para o espaço custará cerca de US$ 4,9 milhões por lançador, um preço que Richards vê como baixo o suficiente para ser usado pela indústria. A Moon Express está, agora, juntando dinheiro para fazer, pelo menos, três tentativas, contou o CEO.

A Rocket Lab ainda não lançou um foguete Electron para o espaço, mas Richards acredita que, até 2017, a empresa deva ter dezenas de lançamentos realizados com sucesso, o que daria a confiança de que a construtora de foguetes precisa para ser capaz de levar o MX-1 à lua com segurança.

A Moon Express está competindo para ganhar o Google Lunar X Prize, que vai premiar com até US$ 30 milhões um time privado que pousar na lua e realizar uma série de tarefas com sucesso. Uma outra equipe, a Astrobotic, assinou um contrato com a SpaceX, de Elon Musk, para pousar na lua em um Falcon 9 no ano que vem.

Porém, Richards tem uma visão para a empresa que vai além do X Prize. “A lua só era alcançável por superpoderes, mas ela está logo ali, a apenas 384.400 km de distância”, disse. “É uma irmã para a terra, ou seja, é um lugar muito conveniente para irmos e aprendermos a viajar pelo espaço e expandir a esfera econômica da humanidade.”

Comentários
Topo