Negócios

Por conta de escândalo, essa pode ser a melhor hora para comprar ações da Volkswagen

Istock

Istock

Enquanto o Congresso norte-americano e a Volkswagen discutem o a pena final no escândalo do diesel em que a empresa se envolveu, investidores podem começar a considerar comprar ações da montadora por preços muito baixos, onde a crise não pode ficar pior.

Alguns investidores podem duvidar um pouco desse conselho. Recentemente, o presidente da Volks, Hans Dieter Poetsch, avisou que o escândalo de fraude nos testes de emissão de poluentes em carros a diesel poderia causar uma crise existencial para a companhia.

As ações da empresa sofreram uma queda desde a notícia que a companhia admitiu fraudar os testes da agêncida reguladora de meio ambiente dos Estados Unidos, EPA, que medem a liberação de combustível de veículos, para carros a diesel. O então CEO Martin Winterkorn renunciou do cargo. Cerca de 11 milhões de carro movidos a diesel terão de ir para a manutenção ou até substituídos. O novo CEO, Matthias Mueller, disse que a VW terá de cortar investimentos. O custo final é incerto, mas estimativas giram em torno de US$ 50 bilhões.

Leonardo DiCaprio produzirá filme sobre escândalo da Volkswagen

No entanto, o analista do Berenberg Bank Adam Hull, em uma nota para investidores, disse que agora é a hora de comprar ações. “Por € 93,50, nós achamos que muitas suposições negativas são levadas em conta no preço. Mesmo que a gente assume que a VW acabou de pagar € 25 bilhões em acordos legais por causa dos testes no Estados Unidos e com os softwares ilegais na Europa, nós ainda teríamos que imputar um valor negativo de € 47 bilhões para a marca de VW Passenger Cards para pesquisar o valor da VW”, afirmo Hull.

O analista da UBS Philippe Houchois também aconselhou investidores a comprar ações da VW, em uma pesquisa intitulada “De ‘grande demais para ter sucesso’ para “grande demais para falir’”, dizendo que pode parecer uma jogada ruim, mas o preço leva em conta muitas negatividades. Houchois estimou que o custo o escândalo da VW é de € 35 bilhões.

Houchis espera que, a médio-prazo, a VW terá de reabastecer seus fundos com vendas de caminhões ou eliminando a revendedora Porsche Salzburg.

Comentários
Topo