Negócios

Apple negocia com bancos para criar um serviço de pagamento mobile, diz jornal

iStock

iStock

A Apple está conversando com bancos norte-americanos sobre a criação de uma ferramenta de pagamentos mobile, de acordo com fontes do The Wall Street Journal. A nova ferramenta permitiria que usuários de iOS enviassem dinheiro uns para os outros através de seus dispositivos, o que a colocaria como uma concorrente de Square Cash, PayPal e Venmo. As discussões com os bancos estão em estágios preliminares e ainda não se sabe se o acordo já foi feito.

RANKING: 10 maiores bilionários de tecnologia dos EUA

Não está claro, também, como os aspectos técnicos desta ferramenta de pagamentos pessoais funcionariam e como ela se encaixaria na infraestrutura bancária existente. No entanto, especula-se que a ferramenta se assemelhará à interface do Venmo, o que significa que seria necessário apenas que os usuários informassem o número de celular ou o endereço de e-mail do beneficiário para transferir um pagamento.

Não se sabe, também, se o serviço de pagamentos mobile gerará receita para a Apple. A Venmo cobra uma taxa de 3% de cartões de crédito e alguns cartões de débito, mas receber dinheiro através do app é de graça. As taxas de processamento do Square são de 2,75% por transações em que o cartão é passado, por vendas online e por pagamentos Square Invoice, ou 3,5% mais US$ 0,15 por transações manuais.

LEIA TAMBÉM: Como Siri, Google Now e Cortana preveem o que você quer

O Wall Street Journal sugeriu que a ferramenta de pagamentos pessoais mobile – que é esperada para o ano que vem – poderia ser integrada ao Apple Pay. Mas as fontes do Quartz disse que a Apple integrará o serviço de pagamentos mobile ao app iMessage, provavelmente porque esse é um dos aplicativos padrão mais usados do iPhone e é popular entre usuários jovens. No começo do ano, a Apple recebeu uma patente para um serviço de pagamentos mobile criptografado.

Comentários
Topo