Negócios

Sites de conteúdos piratas arrecadam US$ 70 milhões com malwares

Pirataria - iStock

A popularidade dos sites de pirataria no mundo não para de crescer. Estima-se que, por meio deles, US$ 70 milhões sejamarrecadados apenas com a instalação de malwares (softwares maliciosos que roubam as informações dos usuários). Chamado de “Digital Bait”, o estudo conduzido pela Digital Citizens Alliance, uma organização norte-americana sem fins lucrativos que trabalha em prol da segurança online, recolheu informações de 800 sites dedicados a violar os direitos de venda de filmes e programas de TV e concluiu que um, em cada três, continha malware.

LEIA MAIS: 6 dicas para fazer compras on-line de forma segura

A pesquisa também apontou que 45% dos malwares foram entregues via download, ou seja, instalados no computador do usuário sem a necessidade de nem mesmo um clique.

“É claro que os criminosos que exploram conteúdo diversificam para ganhar mais e mais dinheiro. Atraem consumidores para visualizar vídeos e músicas e, em seguida, roubam seus dados financeiros”, disse Tom Galvin, diretor-executivo da Digital Citizens Alliance, em um comunicado.

VEJA TAMBÉM: Loja virtual usa acidentalmente uma foto de Hitler para fazer propaganda de um sutiã

Os malwares permitem que os hackers vendam as informações pessoais e bancárias dos usuários, roubem suas identidades e até mesmo bloqueiem o uso do computador, de forma a pedir uma recompensa pela sua recuperação. “Ao atrair usuários desavisados e infectar seus computadores, os criminosos exploram a incompreensão que existe sobre o tema”, completa Galvin.

Comentários
Topo