Negócios

WEG, a empresa que saiu de pequena cidade catarinense para mais de 10 países

Divulgação

Divulgação

Em 1961, um eletricista, um administrador de empresas e um mecânico fundaram, em Jaraguá do Sul (SC), a Eletromotores Jaraguá. Anos mais tarde, o negócio criado por Werner Ricardo Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus ganhou uma nova razão social, a Eletromotores WEG SA — junção das iniciais dos três fundadores. Considerada uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, a WEG atua nas áreas de comando e proteção, variação de velocidade, automação de processos industriais, geração e distribuição de energia e tintas e vernizes industriais.

RANKING: 10 empresas mais inovadoras do Brasil em 2015

Embora sua sede e principais unidades industriais fiquem na pequena Jaraguá do Sul, com cerca de 140.000 habitantes, a WEG tem fábricas espalhadas por São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amazonas e também na Argentina, México, Estados Unidos, Áustria, Portugal, África do Sul, China e Índia, além de instalações de distribuição e comercialização em países como Estados Unidos, Venezuela e Emirados Árabes Unidos.

É nessa empresa com receita líquida de quase R$ 8 bilhões e pouco mais de 30.000 funcionários que a atual discussão em torno da geração de energia elétrica ganha contornos de inovação. De acordo com a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), cerca de 84% de toda energia do país é produzida por hidrelétricas. Em períodos de seca, as térmicas emergenciais são acionadas e a conta do consumidor fica mais cara. Por causa dessas adversidades, a geração de energia solar (por meio de sistema fotovoltaico – aqueles que, quando expostos à luz, produzem eletricidade) ganha impulso no Brasil e apresenta um futuro bastante promissor para consumidores residenciais e para a indústria.

RANKING: 15 maiores bilionários do Brasil

Desde 2012, a WEG desenvolve soluções para Energia Solar, o que está sendo demonstrado na Casa Cor Santa Catarina 2015, em Itajaí. A companhia instalou um sistema de geração solar fotovoltaico, na qual a luz do sol é convertida em eletricidade para residências, comércio e indústria. A tecnologia WEG vai gerar cerca de 400 kWh/mês para um dos projetos apresentados na mostra de arquitetura, decoração e paisagismo. Esse número é suficiente para abastecer uma casa de médio porte. Os visitantes ainda poderão acompanhar a geração de energia em tempo real por meio do sistema de monitoramento. A WEG é uma das pioneiras no Brasil no fornecimento de sistemas integrados de geração de energia solar.

Comentários
Topo