Negócios

Apple anuncia centro de desenvolvimento de apps na Itália

iStock

iStock

A Apple anunciou na quinta-feira (21) que abrirá seu primeiro centro de desenvolvimento de apps para iOS na Europa. Ele ficará localizado em uma instituição associada em Nápoles, na Itália, e oferecerá um currículo especializado para estudantes interessados em se tornarem desenvolvedores de apps para a empresa.

A empresa também trabalhará com parceiros em outros países europeus para oferecer treinamento adicional e abrir oportunidades para estudantes. De acordo com o CEO Tim Cook, a App Store da Apple já contribui com a criação de 1,4 milhão de empregos na Europa, sendo 75.000 apenas na Itália. Desenvolvedores da Europa ganharam mais de € 10,2 milhões (US$ 11,11 bilhões) com a venda de seus aplicativos.

LEIA TAMBÉM: Nova ferramenta do iOS facilitará a leitura noturna

“A Europa é lar de alguns dos desenvolvedores mais criativos do mundo e nós estamos entusiasmados em ajudar a próxima geração de empreendedores na Itália a desenvolver as habilidades necessárias para ter sucesso”, disse Cook.

A empresa não informou um prazo exato para a abertura do centro de desenvolvimento de apps, mas disse que espera expandir o programa para outros países ao redor do mundo.

Apple na Índia

A Apple pediu permissão ao governo indiano para lançar sua primeira loja oficial no país em breve. Em meio a pareceres sobre a desaceleração do mercado de smartphones da China, a empresa pretende aumentar sua parcela do mercado na Índia, que se tornou o mercado de smartphones com crescimento mais rápido no mundo.

VEJA: As lojas mais diferentes da Apple ao redor do mundo

Atualmente, a Apple India vende produtos através de lojas locais. Até agora, seus planos de expansão no país haviam sido prejudicados por restrições governamentais a investimentos estrangeiros diretos.

A iniciativa vem apenas alguns meses após o governo indiano ter abrandado suas leis sobre investimentos estrangeiros diretos em lojas de varejo de marca única. A gigante tecnológica confirmou que preencheu uma aplicação com o departamento de política e promoção industrial da Índia, que está sob análise.

E MAIS: 5 importantes lições tiradas de uma visita à Apple Store

A Índia poderia ser o próximo grande mercado estrangeiro da Apple depois da China, onde a empresa tem 24 lojas. Até o momento, a companhia detém apenas 2% do mercado de eletrônicos do país, que é dominado pela Samsung e por empresas indianas como a Micromax. O interesse crescente da empresa no país deve-se a suas vendas recordes no ano passado. Entre outubro e novembro de 2015, 800.000 dispositivos Apple foram vendidos na Índia.

As vendas altas foram o resultado de uma série de promoções em forma de descontos, parcelamentos e programas de recompra, assim como uma rede de distribuição maior. Por exemplo, a empresa diminuiu três vezes os preços de seu best-selling, o iPhone 5S, para aumentar o volume de vendas em 2015.

Comentários
Topo