Negócios

EUA investem US$ 4 bi em infraestrutura para carros autônomos

Barack Obama

Por meio de seu secretário de transporte, o governo norte-americano anunciou o investimento de US$ 4 bilhões no sistema de locomoção no país para financiar o aceleração de projeção dos veículos autônomos. O projeto, se financiado e formalizado até 2017, poderá, depois de devidamente testado, correr pelas ruas dos Estados Unidos e trabalhar em prol de uma regulamentação nacional.

LEIA MAIS: As melhores tecnologias para carros de 2016

“Estamos no limiar de uma nova era da tecnologia automotiva com enorme potencial para salvar vidas, reduzir emissões de gases de efeito estufa e transformar a mobilidade da população”, afirmou o secretário de transporte norte-americano, Anthony Foxx. “As ações de hoje e as que estão por vir fornecerão o caminho base a seguir para os fabricantes, funcionários do Estado e consumidores, para que utilizem novas tecnologias e alcancem o potencial máximo de segurança proposta.”

Foxx fez o anúncio no Salão do Automóvel de Detroit, ontem (14), ao lado de grandes montadoras (GM, Ford, Volvo e Tesla) e Google. A notícia veio em menos de duas semanas, depois que a GM investiu US$ 500 milhões em um app de compartilhamento de viagens em veículos automatizados, o Lyft. A Ford também supostamente tem estudos de parceria com o Google, um dos líderes em softwares de carros automotivos.

VEJA TAMBÉM: 11 carros imperdíveis no Salão de Detroit

O argumento do governo é que a grande maioria dos acidentes de carro são causados por erros humanos. “Estamos usando todas as ferramentas disponíveis para acelerar a implementação de tecnologias que podem eliminar 94% dos acidentes fatais, causados por falhas do homem”, disse a companhia responsável pela administração do trafego e da segurança nas estradas estadunidenses, NHTSA (National Highway Traffic Safety). “Teremos parcerias estaduais para criar uma política nacional coerente às inovações. Queremos oferecer, agora e no futuro, opções aos fabricantes que buscam incluir veículos autônomos em suas coleções. Nossa missão primordial é garantir a segurança em todas as etapas”, complementou o administrador, Mark Rosekind.

Os detalhes para os novos programas ainda são vagos, mas os planos de Barack Obama são claramente apoiados pelas empresas. “Estamos otimistas com o plano do governo Obama para apoiar a introdução de carros autônomos”, disse o porta voz da Lyft em um comunicado à FORBES. “A segurança é a prioridade e estamos ansiosos para trabalhar com as regulamentações federais e estaduais e moldar o futuro da mobilidade”, complementou.

Comentários
Topo