Negócios

Google estuda Internet 5G por meio de drones movidos a energia solar

Reprodução

Reprodução

O Google está testando drones movidos a energia solar no Spaceport America, no Novo México, para explorar formas de fornecer internet em alta velocidade. O projeto, chamado de SkyBender, envolve transceptores e drones da estação espacial Virgin Galatic.

O SkyBender trabalha com ondas de transmissão milimétricas e poderia transmitir gigabits de dados até 40 vezes mais rápido do que os sistemas atuais de 4G. O Google pretende espalhar milhares de drones em todo o mundo para disponibilizar o serviço.

LEIA TAMBÉM: Google Cardgoard salva a vida de bebê desenganado em Miami

“A grande vantagem de ondas milimétricas é o acesso ao novo espectro, já que o existente está superlotado. É lotado e não há outro lugar para ir “, diz Jacques Rudell, um professor de engenharia elétrica da Universidade de Washington, em Seattle, e especialista nesta tecnologia.

O sistema está sendo testado em “aeronaves” chamadas de Centauro, que são como drones movidos a energia solar, feitos pelo Google Titan, uma nova divisão do Google, criada quando a empresa adquiriu o Titan Aerospace, no Novo México, em 2014.

E MAIS: Google lança novo app de fotos para Android

O Google passou vários meses, durante o verão norte-americano passado, investindo na construção de duas instalações de comunicação no Spaceport America. O projeto SkyBender faz parte da não muito conhecida equipe do Google Access, que também toma conta do projeto Loon, um plano para entregar internet sem fio por meio de balões flutuantes.

Comentários
Topo