Negócios

Instagram disponibilizará contagem de visualização de vídeos

Instagram

Depois de atualizar o app para acessibilidade simultânea em até cinco contas, o Instagram anuncia que o número de vezes que um vídeo é visto, em breve, deixará de ser um mistério. Seguindo o mesmo caminho de sua “empresa-mãe”, o Facebook, o novo recurso inserido na rede social servirá de auxílio a muitos que, principalmente, fazem uso do meio para fins comerciais e publicitários.

A mudança, que acontece em meio a pressão que o aplicativo vem sofrendo para se tornar a plataforma que mais hospeda anúncios em vídeo, começará a aparecer no canto inferior dos vídeos postados e o número estará sempre disponível ao usuário. Assim como o Facebook, o Instagram contará como visto o vídeo com até três segundos de visualização – uma medida muito mais branda do que a do Youtube, por exemplo, que conta como vídeo visto aquele que tem visualização de, pelo menos, 30 segundos.

VEJA TAMBÉM: Usuários do Instagram agora poderão alternar entre contas dentro do app

Atualmente, todas as plataformas sociais têm tomado medidas para tornar seus feeds o mais acessível possível para vídeos e, assim, atrair um crescente número de comerciantes que, antes, estavam apenas voltados à televisão, por exemplo. Na semana passada, o Instagram liberou às marcas parceiras vídeos de 60 segundos, enquanto o limite para usuários comuns é de 30.

Enquanto uma contagem de visualizações pode não ser tão significativa para um usuário não publicitário do Instagram, significa muito aos mídias sociais que utilizam o app como plataforma para fins comerciais. Os anunciantes pagantes sempre tiveram acesso aos números de visualização de seu conteúdo, mas outros usuários tinham como o único meio de ciência de alcance por likes e comentários.

E TAMBÉM: Como o Facebook transformou sua maior fraqueza em principal força

Apesar do Facebook ter enorme sucesso quanto a faturamento e popularidade, o Instagram continua sendo a rede social mais conhecida pela postagem de fotos. O aplicativo tem buscado cada vez mais novas ferramentas que atraiam usuários, companhias e artistas para criar vídeos próprios nele. A empresa parece estar no caminho certo, já que afirma ter crescido 40% em exibição de vídeos nos últimos seis meses.

Comentários
Topo