Negócios

WhatsApp e Gmail superam a marca de 1 bilhão de usuários

iStock

iStock

Apenas alguns serviços no mundo podem ostentar mais de um bilhão de usuários ativos e, a partir de ontem (1), o WhatsApp e o Gmail atingiram este marco, segundo anúncios das duas empresas.

O fundador do WhatsApp, Jan Koum, e o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciaram no Facebook que o serviço de mensagens criado há sete anos passou a marca de um bilhão de usuários. O Facebook em si tem quase 1,6 bilhão de usuários ativos mensalmente, apesar de seu outro produto de mensagens, o Facebook Messenger, ter cerca de 800 milhões de usuários.

O WhatsApp tem sido, há muitos anos, o maior aplicativo de mensagens do mundo em número de usuários ativos, e sua taxa de crescimento não parece ter desacelerado. O Messenger ocupa o segundo lugar, enquanto o chinês WeChat, com 650 milhões de usuários ativos, vem em terceiro.

LEIA MAIS: Como o Facebook transformou sua maior fraqueza em principal força

2016 pode ser o ano mais importante para o WhatsApp desde sua aquisição pelo Facebook. Zuckerberg deu à empresa rédeas soltas desde 2014 para crescer sua base de usuários, e agora que alcançou a marca de um bilhão, descartou sua taxa de assinatura e começará a adotar estratégias para ganhar dinheiro de negócios.

No mês passado, a empresa anunciou que começaria a “testar ferramentas que permitem que você use o WhatsApp para se comunicar com negócios e empresas com as quais você queira falar.” Muitos negócios e grupos já usam o WhatsApp para se comunicar com seus clientes, mas as empresas precisam de acesso mais profundo à rede do WhatsApp se quiserem lidar com solicitações mais complexas de atendimento ao cliente ou até mesmo transações.

“A comunidade do WhatsApp mais que dobrou desde a aquisição pelo Facebook”, disse Zuckerberg em seu perfil oficial. “Nós acrescentamos a ferramenta que permite que você ligue para as pessoas que você ama e que estão longe. Nós descartamos a taxa de assinatura e tornamos o WhatsApp completamente gratuito. Agora, nós iremos trabalhar para conectar mais pessoas ao redor do mundo e tornar mais fácil a comunicação com negócios.”

LEIA TAMBÉM: Google estuda Internet 5G por meio de drones movidos a energia solar

Ainda que o Gmail, lançado em 2004, tenha levado muito mais tempo para atingir um bilhão de usuários, a Google ainda tem mais produtos que contabilizam este número de usuários, como Android, Chrome, YouTube, Maps, Search e Google Play.

Apesar de essas novidades não serem surpreendentes, o fato de as duas terem sido anunciadas quase simultaneamente destaca a crescente competição entre empresas de tecnologia.

Comentários
Topo