Negócios

Instagram vai mudar linha do tempo e mostrará conteúdos como o Facebook

iStock

iStock

Usuários do Instagram, é melhor vocês se sentarem. O Instagram pode, em breve, fazer mudanças em sua linha do tempo, mostrando fotos não mais com base na ordem cronológica, mas com base em popularidade e outros sinais sociais.

Em outras palavras, seu Instagram pode, em breve, ser organizado de uma maneira similar ao feed de notícias do Facebook. A mudança, que vem cerca de um mês depois de o Twitter ter começado novos experimentos na linha do tempo, foi reportada pelo “New York Times”.

Com uma base de usuários de quase 400 milhões de pessoas, o Instagram tem permanecido como uma das poucas redes sociais que exibe conteúdo de uma maneira estritamente cronológica. Com exceção de posts patrocinados – que são intercalados no feed com base em vários critérios – o que você vê no aplicativo é baseado em tempo.

VEJA TAMBÉM: Selena Gomez se torna a usuária do Instagram com mais seguidores

O “Times” revelou que o Instagram vai começar a testar uma mudança para esse sistema, usando algoritmos para ajudar a determinar o que o usuário precisa ver quando abrir o aplicativo. O que você veria primeiro poderia ser determinado por seu histórico de interação com o usuário, a hora do dia e a popularidade da foto.

Na matéria do “Times”, o cofundador e CEO do Instagram Kevin Systrom disse que usuários perdem cerca de 70% dos posts em seus feeds e que “isso é para garantir que os 30% que você vê sejam os melhores 30% possíveis.”

LEIA: Instagram disponibilizará contagem de visualização de vídeos

Ainda assim, é possível imaginar que os usuários não necessariamente amam a ideia de que não vão controlar mais a ordem em que as fotos são exibidas. O Facebook enfrentou reações negativas quando adotou os algoritmos no feed de notícias em 2009 e o Twitter enfrentou também reações negativas a suas tentativas de fazer mudanças em sua linha do tempo nos últimos meses. No caso do Facebook, os usuários acabaram por ceder e aceitar a nova realidade (como quase toda vez que o Facebook faz uma mudança repentina).

Outro cofundador do Instagram, o CTO Mike Krieger, disse ao “Times” que a mudança no aplicativo pode não ser tão impactante para os usuários porque seus feeds são feitos de fotos e os usuários frequentemente seguem pessoas do mundo todo.

E MAIS: Usuários do Instagram agora poderão alternar entre contas dentro do app

Systrom afirmou ao “Times” que a mudança vai levar tempo e que serão feitos testes para aperfeiçoar a experiência. “Não é como se as pessoas fossem acordar amanhã e ter um Instagram diferente”, disse. Essa é uma coisa boa. Ainda assim, apenas o anúncio desse tipo de mudança vai certamente gerar reações.

Comentários
Topo