Negócios

PF prende vice-presidente do Facebook na América do Sul

Diego Dzodan foi preso nesta terça-feira (Reprodução Facebook)

Diego Dzodan foi preso nesta terça-feira (Reprodução Facebook)

O vice-presidente do Facebook na América do Sul, Diego Dzodan, foi preso nesta terça-feira (1) pela Polícia Federal, em São Paulo. Segundo nota da PF, a prisão preventiva foi realizada após mandato expedido pelo Juiz Criminal da Comarca de Lagarto, em Sergipe.

LEIA MAIS: Norte-americano que adquiriu remédio para Aids admite que errou: ele deveria ter aumentado ainda mais os preços

De acordo com a PF, a prisão ocorreu “em razão de descumprimento de ordens judiciais, de requerimento de informações contidas na página do site Facebook para produção de provas a serem utilizadas em uma investigação de crime organizado e tráfico de drogas”. Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, as mensagens foram trocadas pelo aplicativo Whatsapp, de propriedade do Facebook. A investigação tramita em segredo de justiça.

VEJA TAMBÉM: Os maiores erros de CEOs em 2015

Segundo nota da policia Federal, o executivo do Facebook presta declarações na Superintendência de Polícia Federal em São Paulo, onde permanecerá preso à disposição da Justiça.

Facebook se diz desapontado, em nota divulgada à imprensa

O Facebook afirmou em nota hoje que está ‘desapontado’ com a prisão do vice-presidente da empresa na América do Sul, Diego Dzodan. O argentino foi detido preventivamente.

“Estamos desapontados com a medida extrema e desproporcional de ter um executivo do Facebook escoltado até a delegacia devido a um caso envolvendo o WhatsApp, que opera separadamente do Facebook. O Facebook sempre esteve e sempre estará disponível para responder às questões que as autoridades brasileiras possam ter”.

Comentários
Topo