Negócios

Google enfrenta multa antitruste recorde de US$ 3,4 bilhões

Getty Images

Getty Images

O Google enfrentará uma multa antitruste recorde de cerca de € 3 bilhões (cerca de US$ 3,4 bilhões) da Comissão Europeia nas próximas semanas, segundo jornal britânico Sunday Telegraph.

RANKING: 50 marcas mais valiosas do mundo em 2016

A União Europeia acusa o Google de promover seu próprio serviço de vendas nas buscas da internet em detrimento dos serviços rivais, em um caso que se arrasta desde o final de 2010.

Diversas pessoas familiares à questão disseram à Reuters no mês passado que acreditavam que, após três tentativas fracassadas de um acordo nos últimos seis anos, o Google desistiu de chegar a um acordo em relação às alegações, a não ser que o órgão de defesa da concorrência da União Europeia mude de postura.

LEIA TAMBÉM: AOL volta ao Brasil sem medo do passado

O jornal “The Telegraph” citou fontes próximas ao caso dizendo que autoridades pretendem anunciar a multa ainda no próximo mês, mas que a proposta ainda não foi finalizada.

O Google também será impedido de continuar manipulando os resultados de busca em seu benefício e em prejuízo dos rivais, disse o jornal.

E MAIS: Um quinto usaria serviços financeiros de Google, Facebook e Amazon

A Comissão Europeia pode multar empresas em até 10 por cento do valor de suas vendas anuais, que no caso da Google seria a sanção máxima possível de mais de 6 bilhões de euros. A maior multa antitruste até agora foi a de € 1,1 bilhão à Intel em 2009.

A Comissão não quis comentar, enquanto a Google não respondeu imediatamente ao pedido de comentário.

Comentários
Topo