Negócios

Vivendi eleva oferta por Gameloft para 680 milhões de euros

Vivendi eleva oferta por Gameloft para 680 milhões de euros (REUTERS/Charles Platiau/File Photo)

Vivendi eleva oferta por Gameloft para 680 milhões de euros (REUTERS/Charles Platiau/File Photo)

O grupo francês de mídia Vivendi elevou nesta quinta-feira (19) sua oferta não solicitada pela Gameloft pela segunda vez, adicionando pressão sobre a família Guillemot, fundadora da produtora de videogames.

A Vivendi, liderada pelo bilionário Vincent Bollore, aumentou a oferta para 8 euros por ação ante 7,20 euros colocados na mesa anteriormente. A nova oferta avalia a Gameloft em cerca de 680 milhões de euros ante 610 milhões da proposta anterior.

LEIA MAIS: Empresa lança games para jogar no cinema antes do filme

A Vivendi já tem 29,37% das ações e 26,47% do poder de voto até agora. O grupo lançou a oferta pela Gameloft em fevereiro e simultaneamente ampliou sua fatia na Ubisoft para 17,7%. A Ubisoft é a irmã maior da Gameloft.

Ambos os movimentos foram considerados hostis pela família Guillemot, que fundou as duas empresas e controla seus respectivos Conselhos de Administração.

VEJA TAMBÉM: Por que videogames deveriam ser ensinados nas escolas

A Vivendi, que está concentrando seus negócios ao redor da Universal Music Group e da empresa de TV paga Canal+ Group, quer retornar ao mercado de videogames para ampliar sua posição no setor de conteúdo e mídia. O grupo francês vendeu em 2013 a produtora de videogames Activision Blizzard em 2013 para reduzir dívida.

(Por Mathieu Rosemain e Gwenaelle Barzic)

Comentários
Topo